Clique e assine a partir de 8,90/mês

Playlist: 4 coisas legais para ler, ver e jogar em janeiro

O naufrágio de um submarino nuclear, a autobiografia de Einstein, uma história sobre a solidão - e o herói que foi injustamente acusado de terrorismo

Por Bruno Garattoni - 26 dez 2019, 11h56

Naufrágio nuclear

Agosto de 2000. Vladimir Putin acaba de assumir o poder, e a Rússia ainda está em ruínas.  Os salários dos militares atrasam, e seus equipamentos definham com a falta de manutenção. Até que uma explosão afunda o submarino nuclear Kursk, detonando uma corrida contra o tempo (e a burocracia pós-soviética) para tentar salvar seus 118 tripulantes. Uma história real – e incrível.
Kursk. Estreia dia 9 nos cinemas.

 

Reprodução/Divulgação

A cabeça de Einstein

O Estado engana as pessoas. O individualismo é uma prisão; a vida, quase sempre hipócrita e fútil. Neste livro, que Albert Einstein escreveu aos 67 anos, ele conta como chegou a essas conclusões existenciais. E narra a sequência de acontecimentos e ideias que o levaram até a Relatividade: que ele explica de um jeito incrivelmente fácil de entender.
Notas Autobiográficas. R$ 39,90.

 

Reprodução/Divulgação

A loucura de estar só

O marinheiro Ephraim (Robert Pattinson) é mandado para uma ilhota, no meio do nada, para ajudar Thomas (Willem Dafoe) a tomar conta de um farol por quatro semanas. Deveria ser apenas um trabalho ruim. Mas é pior: uma jornada de solidão extrema, que leva os dois ao limite.
O Farol. Estreia dia 2 nos cinemas.

 

Reprodução/Divulgação

“Eu era o herói, e me transformei no suspeito”,

disse o americano Richard Jewell, que trabalhou como segurança na Olimpíada de Atlanta, em 1996. Ele achou uma bomba na vila olímpica e conseguiu evacuar o local, salvando vidas. Mas o FBI o acusou de ser autor do atentado, num equívoco que se tornaria lendário – e é recontado neste filme, dirigido por Clint Eastwood.

Richard Jewell. Estreia dia 2 nos cinemas.

Continua após a publicidade
Publicidade