GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Playlist: 4 coisas legais para ler, ver e jogar em março

O filme 2D com final em 3D, um game para brincar de ditador, o elefante Dumbo reimaginado por Tim Burton - e a bizarra história de Ricardo Corrêa, que injetou silicone no rosto e se transformou no assustador "Fofão da Augusta"

Março marca a volta de Tim Burton aos cinemas. O diretor é o responsável pela versão com atores de Dumbo, o elefante com orelhas enormes, que estreia no Brasil em 28/3. Separamos aqui algumas curiosidades sobre outros personagens dele.

 (Leonardo Soares/Superinteressante)

O circo de Tim Burton

1 – Beetlejuice

Filme: Os Fantasmas se Divertem
Ano: 1988
No roteiro original, Beetlejuice era bem mais maléfico do que é no filme. Em vez de um fantasma, ele seria um demônio alado, e seu plano para a família Deetzes era estupro e assassinato (não travessuras e casamento).

2 – Edward Mãos de Tesoura

Filme: Edward Mãos de Tesoura
Ano: 1990
Tim Burton imaginou o personagem em 1974, quando estava no ensino médio. Para dar vida a esse sonho, Johnny Depp emagreceu 25 quilos e usou um cabelo baseado em Robert Smith, vocalista do The Cure.

3 – Jack Skellington

Filme: O Estranho Mundo de Jack
Ano: 1993
Todo filmado em stop motion, o protagonista Jack teve mais de 400 cabeças diferentes ao longo do filme e eram necessários três frames (quadros) para cada vez que ele piscava. Já que cada segundo do filme tinha 24 frames, um minuto levava uma semana para ser filmado.

4 – O Gato Que Ri

Filme: Alice no País das Maravilhas
Ano: 2010
O gato sorridente é conhecido por ditos ilógicos e por aparecer em uma árvore. E ela foi inspirada por uma árvore real, que está de pé em um jardim no Christ Church College, em Oxford, atrás da antiga casa de Alice Liddell – que inspirou a personagem principal.

5 – Sparky

Filme: Frankenweenie
Ano: 2012
Mais de 200 fantoches e cenários foram criados para o filme, incluindo 12 do cãozinho Sparky. Vários bonecos do mesmo personagem permitiram que se trabalhasse em mais de uma cena ao mesmo tempo.

* * *

 (Reprodução/Divulgação)

Ele vive em 2D. Mas sonha em 3D

Desde a estreia de Avatar nos cinemas, há quase dez anos, os filmes em 3D foram perdendo relevância – o público simplesmente se cansou do efeito. Mas este suspense chinês, sobre um criminoso que tenta acertar as contas com o passado, usa a tecnologia de um jeito novo e interessante. O filme é exibido em 2D, mas a projeção muda para 3D (com óculos especiais) na última cena: uma reconstrução visualmente incrível, com 50 minutos e nenhum corte de câmera, de um sonho do protagonista.    
Longa Jornada Noite Adentro. Estreia dia 21/3 nos cinemas.

* * *

 (Reprodução/Divulgação)

A ditadura em ação

Trópico é uma espécie de SimCity mais realista: além de construir e gerenciar uma nação, você (no papel de um líder chamado “El Presidente”) também pode pagar propinas, fraudar eleições, mentir para a opinião pública e até matar opositores, entre outras gentilezas. No novo game da série, a grande novidade está no povo, que ficou mais difícil de engambelar – agora, cada habitante virtual tem sua própria personalidade, desejos e esperanças. Tropico 6. Para PC, Mac, PS4 e Xbox One. US$ 50.

* * *

“Foi então que Ricardo começou a pedir dinheiro. E ficou conhecido como Fofão da Augusta”,

escreve o jornalista Chico Felitti em seu livro-reportagem sobre a vida de Ricardo Corrêa da Silva: o maquiador que injetou meio litro de silicone industrial no rosto, ficou deformado (como uma versão demoníaca do personagem infantil Fofão), virou mendigo e se tornou um dos personagens mais estranhos, e assustadores, das ruas de São Paulo.

Ricardo e Vânia. R$ 54,90.