Clique e assine com até 75% de desconto

Surrealismo: Navalha na carne

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h47 - Publicado em 31 mar 2005, 22h00

Marcel Plasse

O maior escândalo do surrealismo ocorreu fora das galerias de arte. As duas obras-primas do diretor espanhol Luis Buñuel, roteirizadas pelo pintor Salvador Dalí, influenciaram até Hitchcock. Um Cão Andaluz reunia imagens para chocar, entre elas o notório close-up de uma navalha cortando um olho. Mas o verdadeiro choque foi A Idade de Ouro, que tinha cenas de decomposição e sexo. Fascistas invadiram a estréia em Paris, jogaram tinta na tela do filme, bateram no público e destruíram os quadros do lobby (de Dalí e Miró). Censurada, A Idade sobreviveu para virar DVD porque seu produtor, o Visconde Charles de Noailles, salvou uma cópia particular.

UM CÃO ANDALUZ – A IDADE DO OURO

Direção: Luis Buñuel

França, 1928/1930, R$ 37,50

Continua após a publicidade
Publicidade