GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A despencada soviética. Na Terra e no céu

No final da década passada, os russos ainda faziam parte da extinta União Soviética e pareciam os campeões do espaço. Em janeiro de 1988, a SUPER noticiou que eles estavam prontos para deixar um astronauta durante um ano na estação espacial Mir, recorde absoluto na época. Dois meses depois, outra reportagem citava uma frase explicando a estratégia dos russos: “Tiche iêdesh dálhche búdesh.” Ou seja: “Quanto mais devagar se vai, mais longe se chega”. Parece que eles erraram. A Mir está caindo aos pedaços. Pior ainda, em junho deste ano a estação foi abalroada por uma nave de suprimentos. Verdade seja dita, a Mir funcionou durante onze anos e meio, o dobro do tempo previsto. E outra coisa: segundo levantamento da Nasa, os russos ainda têm o recorde de permanência no espaço: 678 dias.