GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Bíblia – Livrai-nos do mal (que não é pouco)

A Bíblia reúne guerras sanguinárias, traições, escândalos em família, corrupção, heróis e, claro, grandes vilões. Ingredientes que deram um empurrãozinho para o sucesso do maior best-seller da história - veja só

JUDAS: MOCINHO OU BANDIDO?

A versão oficial é de que os líderes religiosos judaicos, encabeçados por Caifás, desembolsaram 30 moedas de prata para que Judas Iscariotes dedurasse quem era Jesus no Monte das Oliveiras. O traidor deu um beijo na face do filho do todo-poderoso e o resto você já sabe. Mas a divulgação, em 2006, de um manuscrito do século 4, conhecido como Evangelho Segundo Judas (e encontrado 5 anos antes em uma caverna no Egito), dá uma dimensão totalmente diferente para o episódio: Judas teria feito tudo o que fez atendendo a um pedido do messias. O Vaticano se pronunciou dizendo que não vai rever o papel do apóstolo. Ou seja, se depender da Igreja, o boneco pode continuar sendo malhado à vontade.

HERANÇA DA MALDADE

O perverso Lameque era descendente de Caim, aquele famigerado que matou o irmão, Abel. Parece que gostava de contar vantagem e queria ter uma fama pior que a de seu ancestral. “Por uma ferida matei um homem, e por uma contusão, um menino. Se Caim será vingado 7 vezes, Lameque o será 77 vezes”, teria dito, vangloriando-se, às suas duas mulheres. Não conseguiu mais do que umas poucas linhas no livro Gênesis, do Antigo Testamento.

NOÉ EMBRIAGADO

Todo mundo conhece o grande feito do homem que nos salvou do dilúvio. Mas quando a água baixou, Noé já não era mais aquele cara empenhado dos tempos da arca. Tinha a função de repovoar o mundo, mas consta que queria era secar uns bons copos de vinho. “Noé, que era agricultor, plantou uma vinha. Tendo bebido vinho, embriagou-se, e apareceu nu no meio de sua tenda. Cam, o pai de Canaã, vendo a nudez de seu pai, saiu e foi contar aos seus irmãos. Quando Noé despertou de sua embriaguez, soube o que lhe tinha feito o seu filho mais novo e disse: – Maldito seja Canaã, que ele seja o último dos escravos de seus irmãos!”. A praga do herói de ressaca foi certeira: os descendentes de Canaã, os cananeus, foram aniquilados a mando de Deus com a justificativa de que eram ímpios e pecadores.

O ARREPENDIMENTO DO FISCAL

Já nos tempos de Jesus, ninguém gostava de cobradores de impostos – ainda mais quando eles extorquiam os cidadãos e pediam propina, como era o caso do ricaço Zaqueu, em Jericó. Ao chegar à cidade, Jesus resolveu se hospedar justamente na casa do pecador. E repreendê-lo. A Bíblia dá a entender que o homem se regenerou e ainda prometeu doar metade de seus bens aos pobres. Ao que tudo indica, não houve auditoria no caso.

FOGUEIRA DAS VAIDADES

Saul, primeiro soberano do antigo reino de Israel, queria acabar com a raça de Davi que, nos idos de 1000 a.C., tinha espantado o gigante Golias e impressionado o povo – ferindo a vaidade de Saul. “O mau espírito do Senhor veio novamente sobre Saul. Estava ele sentado em sua casa, com a lança na mão; Davi tocava a cítara. Saul, então, arremessou-lhe a lança; Davi desviou-se e a lança foi cravar-se na parede. Ele esquivou-se e fugiu naquela mesma noite.” Depois de muita baixaria, o invejoso morreu e Davi ocupou seu lugar. Curioso é que 3 pecados graves mandaram Saul para debaixo da terra. Um deles foi se negar a atender ao pedido de Deus de massacrar o povo inimigo amalequita.