GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Ele era o cara

400 a.C. - 300 a.C.<br>Alexandre, o Grande, foi rei por apenas 20 anos. Mas criou um império que ia da Grécia à Índia e levou a cultura ocidental até os confins do planeta

Texto Reinaldo José Lopes

Alexandre 3º, rei da Macedônia, definitivamente não sabia quando parar. Tinha só 20 anos quando assumiu o trono, herdando do pai não apenas a coroa, mas também seus planos de invadir e conquistar o Império Persa. Àquela altura, as cidades-Estado gregas já estavam unificadas, todas sob seu comando. Era tudo o que Alexandre precisava para iniciar uma das campanhas militares mais longas e vitoriosas da história.

O jovem rei macedônio não só conquistou a Pérsia inteira como foi além, derrotando rajás e seus elefantes na Índia, perto da fronteira com a atual China. O conquistador morreu cedo, com apenas 32 anos, mas seu legado durou séculos. Alexandre fundou cidades do Himalaia ao Egito, levando a cultura ocidental até os confins do planeta, e transformou boa parte do mundo num imenso império “globalizado”. Sem querer, suas conquistas abriram espaço para o futuro domínio de Roma e o avanço de religiões como o cristianismo e o islamismo.

ENQUANTO IS, EM ROMA … REPÚBLICA

Cerca de 250 anos após da fundação da cidade (inteiramente vividos sob regime monárquico), os romanos expulsaram seus reis de origem etrusca e criaram uma república por volta de 500 a.C. Nos dois séculos seguintes, Roma embarcaria numa campanha expansionista de tirar o fôlego e viraria uma potência. Em 300 a.C., metade da Itália já estava sob seu domínio. Era o início de um processo que acabaria na formação do Império Romano.

Nos passos de Alexandre
Uma campanha militar que varreu do mapa o Império Persa

1. PELA – 356 A.C.
Nasce Alexandre, filho de Felipe, rei da Macedônia. O príncipe cresce entre aulas de equitação e filosofia.

2. TEBAS – 336 A.C.
Assim que assume o trono, Alexandre enfrenta uma rebelião. Seus homens destroem a cidade.

3. RIO GRÂNICO – 334 A.C.
Alexandre atravessa o Helesponto (estreito de Dardanelos) e vence sua primeira batalha na Ásia Menor.

4. ISSUS – 333 A.C.
Depois de derrotar Dario, rei da Pérsia, Alexandre parte para a ocupação da Fenícia, da Judéia e do Egito.

5.EGITO – 331 A.C.
Alexandre funda a cidade de Alexandria e visita o oráculo de Amon, onde é aclamado “filho de Deus”.

6. GAUGAMELA – 331 A.C.
Nova vitória sobre o exército persa. Dario foge e Alexandre se volta para o coração do território inimigo.

7. PERSÉPOLIS – 330 A.C.
A capital do Império Persa é invadida por Alexandre. Suas tropas saqueiam e incendeiam a cidade.

8. BACTRA – 328 A.C.
Alexandre convence suas tropas a prosseguir em campanha e conquista as regiões mais remotas da Ásia.

9. TAXILA – 326 A.C.
Barrado pelo revelo acidentado, o general encerra sua campanha militar – quase 12 anos depois de iniciá-la.

10. BABILÔNIA – 323 A.C.
Depois de adotar a cidade como sede de seu governo, Alexandre morre de causas desconhecidas.

400 a.C.

EUROPA
• Sócrates, um dos fundadores da filosofia ocidental, é condenado à morte na Grécia por difundir ideias “subversivas”.
• O filósofo grego Platão funda a Academia, uma escola de filosofia em At

ÁSIA E OCEANIA
• Na China, betume começa a ser usado em lamparinas (o primeiro uso de petróleo como fonte de energia).

375 a.C.

AMÉRICAS
• O povo Anasazi, estabelecido no sudoeste da América do Norte, começa a cultivar milho.

ÁFRICA E O.MÉDIO
• Um sistema de irrigação inventado pelos persas, com aquedutos subterrâneos, viabiliza agricultura em regiões áridas.

EUROPA
• Astrônomos chineses descobrem a existência das luas de Júpiter sem a ajuda de telescópios.

350 a.C.

EUROPA
• Aristóteles formula a teoria de que a Terra é esférica e centro do Universo.
• Um plebeu é eleito para um cargo político (censor) pela primeira vez em Roma.

325 a.C.

AMÉRICAS
• A vila maia de Tikal, na Guatemala, vira um importante centro cerimonial.

EUROPA
• A colônia fenícia de Cartago domina o comércio no Mediterrâneo Oriental.

300 a.C.

Biblioteca de Alexandria
O maior centro de estudos do mundo antigo

Ptolomeu, um dos principais ofi ciais do exército de Alexandre, virou faraó do Egito após a morte do rei macedônio. E foram seus descendentes, por volta de 280 a.C., que fundaram a Biblioteca de Alexandria – na verdade, uma universidade multidisciplinar que se converteria no maior centro de estudos do mundo antigo. Foi lá que a Bíblia ganhou sua primeira tradução (do hebraico para o grego, feita por sábios judeus).