GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Festas do Brasil

Celebrações populares e religiosidade são características marcantes do país. Mostramos aqui cinco momentos em que esses traços estão presentes

Maracatu

As baianas e os caboclos de lança têm papel fundamental no maracatu rural de Pernambuco. Elas se vestem com saia rodada e colorida feita de cetim barato. A indumentária deles chega a pesar 25 quilos e é composta, entre outras coisas, por uma manta com lantejoulas e um conjunto de sinos nas costas (chamados de Surrão)

Festa do Boi

O bumba-meu-boi do Maranhão remonta ao século 18 e mistura tradições indígenas, negras e européias. Seu enredo resgata o período da criação de gado feita por escravos e, usando elementos de teatro, dança, música e circo, os participantes encenam o rapto, a morte e a ressurreição do boi

Festa do Divino

A celebração, que comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos, é a mais importante de São Luís do Paraitinga, cidade do Vale do Paraíba (SP). Dura dez dias (em junho geralmente) e atrai pessoas que pedem bênçãos, pagam promessas e participam da procissão do Divino

Cavalhadas

Representam uma batalha medieval entre cristãos e mouros ibéricos. Em Pirenópolis (GO), elas acontecem desde 1820 e reúnem 24 cavalheiros – metade, de vermelho, interpreta os mouros; o restante, de azul, faz o papel dos cristãos (ao lado). O povo, que participa com fantasias próprias, são os Mascarados (foto abaixo)

Semana Santa

A paixão e a ressurreição de Cristo são lembradas em Ouro Preto (MG) com tapetes feitos na rua com serragem colorida e uma procissão em que é comum a presença de crianças fantasiadas de anjo. A cada ano, as duas paróquias principais – Nossa Senhora do Pilar e Nossa Senhora da Conceição – se revezam na organização da celebração