GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Notícias boas, nem tão boas e melhores ainda

Sérgio Gwercman, redator-chefe

Pegue a Super de outubro do ano passado e vá para a página 99. Não tem a revista à mão? Eu conto o que está lá: uma reportagem sobre a fuga da família real adaptada de um livro que estava sendo lançado: 1808, de Laurentino Gomes. Agora pegue qualquer edição recente da Veja e procure a lista de livros mais vendidos. Também posso contar o que está lá: 1808 é o maior sucesso nacional. Lidera a corrida e está há pelo menos 24 semanas entre os campeões de venda.

Dá orgulho constatar que apostamos certo: o livro provou ser um livraço. Melhor que isso, só ter o Laurentino novamente na revista. Então nós pedimos. E ele topou. A reportagem que está na capa vai responder uma dúvida que tínhamos. Nos últimos meses ouvimos um monte de gente dizer que “a chegada da família real mudou o Brasil para sempre”. Ok. Mas que raios era esse país? Como era o Brasil antes de d. João colocar os pés aqui? Laurentino contou com companhias nobres para fazer a matéria: a historiadora Mary del Priore desvendou o cotidiano da nossa metrópole à época, o Rio de Janeiro. E o editor Marcos Nogueira, o Marcão, ajudou a descobrir o que acontecia nos rincões daquele Brasil – lugares selvagens como São Paulo e o Rio Grande do Sul.

Fazer a Super, você deve imaginar, exige uma equipe de jornalistas antenados. E jornalista antenado é produto cada vez mais raro – por isso mesmo, todo mundo quer. Moral da história: o Marcão se despede da Super nesta edição. Vai levar seu texto sensacional para a Vip. Não é o único: o editor Rodrigo Ratier, que chegou outro dia, vai para a Nova Escola realizar seu grande sonho, o de unir jornalismo e educação. Eu não vou enganar você: os caras são feras, vão fazer falta. Mas pode ficar tranqüilo: poucas revistas conseguem renovar seus quadros tão bem quanto a Super. Mês que vem você conhecerá nossas novas cabeças.

O Prêmio Malofiej é o mais importante da infografia mundial. Nossa história de sucesso lá é extensa, mas desde 2005 estávamos meio a seco. Em março, lavamos a égua em grande estilo. Os infográficos “Mundo Árvore” e “Contas Abertas” foram premiados com a medalha de prata. “Por Dentro dos Planetas” e “Do Boi ao Bife”, com a de bronze. A todos que ajudaram nesses trabalhos, parabéns e muito obrigado.

Para terminar, temos novidades nas bancas. O Universo de Stephen Hawking, um clássico da ciência produzido pela BBC, é nosso primeiro dvd do ano. Também lançamos Mafiosos, uma edição tão bela quanto definitiva sobre o tema. É para comprar, ler e guardar.

Um grande abraço.