GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que significam os trajes da Igreja Católica?

Não cobiçarás a batina alheia. Quando um padre sobe ao altar para rezar uma missa, ele está revestido de Cristo, deixa de ser ele mesmo. E cada cor, peça ou bordado de roupa do clero não é à toa: conta a história da religião

Karin Hueck, Gabriel Gianordoli, Gabriela Loureiro e Davi Augusto

1. Batina

Por baixo de tudo estão (não é o que você está pensando) a batina ou as roupas comuns. Ela é preta (que significa a morte para o mundo), tem 33 botões (a idade de Cristo) e 5 abotoaduras (as chagas de Jesus).

2. Amito

Essa peça, que cobre os ombros e o pescoço, pode ser circular ou retangular. No século 7, quando foi criado, o amito era uma espécie de capuz que simbolizava a disciplina dos sentidos e do pensamento do sacerdote.

3. Alva

A túnica branca que cobre o corpo inteiro do padre simboliza inocência e pureza. A Lady Gaga copia essa peça no blasfemo clipe de Alejandro, mas com cruzes vermelhas invertidas, o símbolo de Lúcifer. O papa desaprova.

4. Cíngulo

Cordão amarrado na cintura, símbolo da luta contra as “paixões desregradas” do mundo. Representa o voto de castidade do padre: a escolha que ele fez de resistir às tentações carnais e não fazer sexo jamais.

5. Estola

Simboliza a autoridade espiritual do padre e a sujeição a Deus. A estola é como o uniforme dos policiais, ou seja, quando o sacerdote a veste ele está “fardado”, ocupado com algum dever eclesiástico.

6. Casula

Eis uma influência antiga: trata-se de uma adaptação das vestes romanas usadas nos primeiros anos da religião. Seu nome significa “pequena casa”, e ela simboliza a sujeição a Deus como um fardo que não é pesado.


Acessórios

Assim como na moda, são os detalhes que trazem status.

Cruz peitoral

Usada por bispos, cardeais e papas, deve ficar na altura do peito como símbolo de que os sacerdotes guardam a cruz no coração.

Anel de São Pedro

Esse só o papa tem: é o selo pessoal do sumo pontífice. Cada papa tem o seu, que é destruído quando ele morre.

Báculo

Símbolo de autoridade e jurisdição, só pode ser usado no território de domínio do bispo. Sabe o pastor que comanda o rebanho de ovelhinhas com um bastão? É essa a ideia.

Adereços

Quanto mais alto o chapéu, mais próximo do céu.

Solidéu

O pretinho básico: pode ser usado para celebrar a missa ou ir à feira. O papa usa um branco na cerimônia de lava-pés, sinal de humildade.

Barrete

Entrou na moda no século 10 e representa autoridade. O padre deve usá-lo na confissão, na posição de juiz que absolve o penitente.

Mitra

Surgiu em Roma no século 10 como um chapéu que diferencia o papa dos outros sacerdotes. Hoje todo o clero pode usá-la.


Estampas

Muitos símbolos, um só significado.

IHS

Significa Iesus Hominium Salvator, o “homem que salva”: JC, o cara.

Pelicano

O pelicano que bica o peito para alimentar os filhotes com sangue é símbolo de Jesus.

Px

Cristo em grego, com o alfa e o ômega nos lados. É Deus do princípio ao fim.

Trigo

Por ser a matéria-prima do pão, significa o corpo de Cristo como alimento.

Fontes Maria Laura Correia, costureira de trajes litúrgicos; http://www.newadvent.org