GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os primórdios da aviação

Glória anônima

O primeiro homem a planar não deixou seu nome registrado nos livros de História. Era o cocheiro do baronete inglês George Cayley (1773-1857), considerado o fundador da Aerodinâmica. Logo que começou a estudar o assunto, Cayley percebeu que os aventureiros que tentavam voar batendo asas amarradas aos braços não iriam longe. Observando esquilos voadores na sua fazenda, ele notou que seria mais fácil sustentar-se no ar usando superfícies fixas. O bicho tem uma pele ligando os braços às pernas que, quando aberta, lhe permite planar. Inspirado nele, Cayley desenhou, em 1799, o bisavô do avião – um objeto com asas fixas. O projeto começou a ser testado com planadores em miniatura. Depois de centenas de experiências, com modelos cada vez maiores, Cayley chegou, em 1853, a uma aeronave com suspensão suficiente para manter um homem no ar. Mas a única maneira de ter certeza era testar o aparelho com um passageiro e o nobre estava velho demais para isso. Ordenou então ao seu cocheiro que executasse o vôo. O empregado percorreu 400 metros e desceu. Apesar do sucesso da experiência, recusou-se a repeti-la: “Fui contratado para conduzir uma carruagem, não para voar”, teria dito.