Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Serpente do Nilo

3000 a.C. - 2500 a.C.<br>Por volta de 3000 a.C., um sujeito chamado Narmer unificou o Egito, autoproclamou-se faraó e acabou criando o primeiro império da Terra

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h25 - Publicado em 18 fev 2011, 22h00

Texto Eduardo Szklarz

Até então, havia dois reinos distintos naquele território: o Baixo Egito, ao norte, e o Alto Egito, ao sul. Narmer, uma figura cuja identidade até hoje é motivo de polêmica entre historiadores e arqueólogos (leia mais no quadro ao lado), uniu-os em um só Estado, fundando a primeira dinastia egípcia. A corte se instalou na recémfundada capital, Memphis, de onde o imperador controlava uma faixa de terra de aproximadamente 5 mil quilômetros – desde o vale até o delta do Nilo. Tanto o primeiro faraó quanto seus sucessores não eram governantes comuns. Assim que assumiam o trono, passavam a ser vistos como uma espécie de elo entre o povo e os deuses. Do alto de seu poder sem limites, desenvolveram a agricultura e arrecadaram impostos suficientes para financiar guerras e construir os maiores monumentos da época.

O PRIMEIRO FARAÓ

A identidade do unificador do Egito até hoje intriga os pesquisadores. Para muitos, os faraós Narmer (foto) e Menes eram a mesma pessoa. E há quem o associe à figura do rei Escorpião, cuja existência talvez não passe de lenda. Seja como for, Narmer liderou a vitória do Alto Egito sobre seu vizinho do norte e governou o país unificado por quase 65 anos. Acabou morto por um hipopótamo durante uma caçada.


ENQUANTO IS, NO PERU… CARAL

Por volta de 2500 a.C., surge no vale do rio Supe a cidade sagrada de Caral. Por décadas, o povo que ergueu suas pirâmides foi considerado a civilização mais antiga do continente americano (datações de carbono indicam que aquelas edificações foram construídas entre 2600 a.C. e 2100 a.C.). Em 2008, porém, pesquisadores alemães e peruanos encontraram uma cidade ainda mais antiga: Sechin Bajo, no vale do Casma. Ela teria sido construída há 5 500 anos, cerca de 3 séculos antes de Caral.

 

 


Por dentro de uma pirâmide

Quéops é a maior de todas elas, construída em 2560 a.C. pelo faraó que lhe empresta o nome

Os faraós acreditavam que podiam “atravessar” a morte e alcançar a vida eterna. O passaporte dependeria da conservação do corpo. Por isso, eram embalsamados e colocados em câmaras retangulares feitas com tijolos de argila – as mastabas. Na 3ª dinastia, entre 2700 a.C. e 2600 a.C, elas deram lugar às pirâmides, símbolos do poder do faraó.

CÂMARAS

A pirâmide tem 3 câmaras mortuárias. A maior fica no subsolo. A segunda é chamada de Câmara da Rainha, embora não tenha sido destinada a nenhuma das mulheres do faraó. A terceira é a Câmara do Rei, dotada de um sarcófago de granito (no detalhe).


BEM ALTA
Originalmente, a pirâmide de Quéops tinha 147 metros de altura. Devido à erosão, hoje ela mede 138 – quase 3 vezes a Estátua da Liberdade, ou o equivalente a um prédio de 45 andares.

CORREDORES
O acesso às câmaras é feito através de corredores. O primeiro, com 18 metros,liga a entrada original ao subterrâneo. Um túnel leva à Câmara da Rainha, enquanto outro conduz ao corredor descendente, que também vai dar no subsolo. No final da Grande Galeria, existe uma passagem para a Câmara do Rei.

PESADINHA
Foram empregados 2,3 milhões de blocos de pedra na construção da pirâmide de Quéops. Cada bloco tem cerca de 2 500 quilos. Portanto, a pirâmide inteira pesa mais de 6 milhões de toneladas.

 

3000 a.C.

AMÉRICAS
• Plantadores de mandioca se multiplicam na região amazônica.

Continua após a publicidade

EUROPA
• Povos de diferentes culturas florescem na Europa Central, ao longo do rio Danúbio.

ÁFRICA E O. MÉDIO
• O sorgo é cultivado pela primeira vez na Etiópia.

ÁSIA E OCEANIA
• Primeiras evidências de agricultura sendo praticada na Coreia.

2875 a.C.

AMÉRICAS
• Na América Central, tem início o cultivo de milho, feijão e pimenta.

ÁSIA E OCEANIA
• Povos da Nova Guiné domesticam porcos.

2750 a.C.

EUROPA
• O cavalo é domesticado nas estepes entre a Europa e a Ásia, onde hoje fica a Ucrânia.

ÁFRICA E O. MÉDIO
• O rei Gilgamesh governa a cidade suméria de Uruk.

2625 a.C.

ÁFRICA E O. MÉDIO
• Os egípcios importam madeira do Líbano e ouro, ébano, marfim, gado e escravos da África. Exportam linho, ouro, couro, trigo e lentilha.
• Os soldados de Ur, na Suméria, passam a usar uma inovação: o escudo.

ÁSIA E OCEANIA
• Tomar chá começa a se tornar um hábito entre os chineses.

2500 a.C.

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade