GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como abrir uma igreja

Desde que Martinho Lutero iniciou a Reforma Protestante, há mais de 500 anos, eis a pergunta que não quer calar

 (Sattu/Superinteressante)

Escolha o local

Alugar dá flexibilidade para a igreja se mudar caso não vingue ou se o número de fiéis aumentar demais. Galpões e salões desocupados nos centros das cidades são visados por serem de fácil acesso e oferecer mais espaço por um preço acessível. Comprar um imóvel só vale a pena se o ponto tiver potencial de valorização.

Peça a benção do Estado

Se a igreja faz parte de uma denominação, a sede precisa autorizar a fundação. Se for independente, é só pagar R$ 114,99 para ser registrada e ter seus documentos protocolados em um cartório de pessoa jurídica. Em dois dias úteis, já dá para dizer amém.

Cumpra a lei

Igrejas são imunes a impostos sobre patrimônio, renda e serviços prestados. A condição legal para isso é que os bens estejam no nome da instituição e que sirvam somente a suas finalidades, como cultos, palestras, shows musicais e outras atividades definidas pela própria igreja.

Conquiste membros

Para constituir a igreja, é necessário nomear, no mínimo, dois cargos de diretoria. Em seguida, uma lista de assembleia com o nome dos presentes na fundação e o estatuto social são anexados ao livro de atas (registro dos assuntos tratados nas reuniões da igreja), que também passa pelo cartório.

Papelada:

• Ata de constituição

• Estatuto social

• Lista de assembleia

• RG dos fundadores

• Requerimento para registro

 

Fontes: Marco Aurélio Ribeiro, do 4º Cartório de Registro de Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica; Tânia Castro, advogada; Paulo Melchior, do Sebrae-SP; Secretaria da Agricultura do Estado (SP); SAGE (Sistemas de Gestão de Tesouraria).