Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Efeito Estufa e Aquecimento Global

Um estudo da NASA sobre a temperatura da Terra informa que não há nenhuma tendência significativa nem de aquecimento nem de resfriamento do planeta, o que vem aquecer o debate sobre o efeito estufa.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h59 - Publicado em 31 Maio 1990, 22h00

Um novo estudo da NASA sobre a temperatura da Terra vem aquecer o debate sobre o efeito estufa, a concentração de gases poluentes que aprisionam o calor na atmosfera. Alguns cientistas temem que o fenômeno já esteja causando uma elevação anormal da temperatura, com consequências irreversíveis, como o aumento do nível do mar. Mas, segundo o estudo baseado em dados de satélites de 1979 a 1988, não haveria nenhuma tendência Significativa nem de aquecimento nem de resfriamento do planeta. Embora os anos mais quentes tenham sido 1987 e l988, a média da primeira metade do período foi mais quente do que a da metade final.

“O efeito estufa existe e pode ser comprovado “, resume o engenheiro brasileiro Volker Kirchhoff, do Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE ). “Mas não há nenhuma evidência pática de que já esteja provocando um aquecimento anormal do planeta.” Por via das dúvidas, os próprios autores do estudo via satélite se disseram preocupados com a possibilidade de que suas conclusões sejam utilizadas para arrefecer o movimento que visa a controlar, sobretudo nos Estados Unidos as emissões dos chamados gases de estufa, como o dióxido de carbono. Os ambientalistas esgrimem recentes previsões de cientistas britânicos, segundo as quais a temperatura da Terra poderá subir de 1.7 a 4.3 C ao longo dos próximos sessenta anos, provocando catástrofes ecológicas no mundo inteiro.

Publicidade