Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

A que ordem pertencem as preguiças?

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h23 - Publicado em 18 abr 2011, 18h51
Three_toed_sloth_Osa

A preguiça, um animal famoso pela lentidão de seus movimentos, pertence à ordem Xenarthra, uma divisão da classe Mammalia – aquela que engloba todos os mamíferos. Embora na aparência o estranho animal tenha um jeitão de macaco, a preguiça, na verdade, tem muito mais coisas em comum com outros dois bichos bem conhecidos pelos brasileiros. “Como são classificados dentro da mesma ordem Xenarthra, podemos dizer que tatus e tamanduás são parentes distantes das preguiças”, afirma a bióloga Fátima Viveiros Valente, da Fundação Parque Zoológico de São Paulo. O bicho-preguiça é um mamífero de hábitos noturnos e que só se alimenta de folhas, frutos e brotos de árvores. Ele tem patas longas, corpo coberto por uma densa pelagem, rabo curto e cabeça arredondada, capaz de fazer incríveis movimentos giratórios de até 270 graus.

A preguiça vive exclusivamente nas florestas tropicais da América Central e do Sul, sendo encontrada na Amazônia brasileira. Ela passa os dias dormindo na copa das árvores e dificilmente se desloca no chão. Uma curiosidade sobre o animal é que ele se guia principalmente pelo olfato, uma vez que sua visão e audição são muito deficientes. Graças aos seus movimentos lentos e silenciosos, as preguiças não despertam a atenção de seus predadores, principalmente a onça-pintada e as águias.

Costas quentes Tatus, tamanduás e esse estranho animal têm em comum uma coluna reforçada

Ordem Xenarthra

Os animais classificados nessa ordem — preguiças, tatus e tamanduás — têm como característica comum uma modificação na coluna lombar, que é dotada de juntas extras que fortalecem as costas e os quadris. Ao todo, quatro famílias pertencem à ordem Xenarthra: Megalonychidae, Bradypodidae, Myrmecophagidae e Dasypodidae

Continua após a publicidade

Famílias Bradypodidae e Megalonychidae

São as duas famílias que englobam todas as preguiças. Na Bradypodidae estão os animais com três dedos nos pés – são três espécies, Bradypus tridactylus, Bradypus variegatus e Bradypus torquatus. A família Megalonychidae conta com as duas espécies de preguiça que têm apenas dois dedos nos pés: a Choloepus didactylus e a Choloepus hoffmanni

Família Dasypodidae

Aqui estão classificados os tatus. Eles se dividem em cerca de 20 espécies, que vivem exclusivamente no continente americano. O tatu-canastra (Priodontes giganteus) é o maior de todos, podendo atingir 1 metro de comprimento

Família Myrmecophagidae

Esta é a família dos tamanduás, famosos devoradores de formigas. As duas espécies desse animal existentes no planeta (Tamandua tetradactyla e Tamandua mexicana) medem cerca de 1,2 metro e são encontradas apenas na América Central e do Sul

Continua após a publicidade

Publicidade