Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Como será o palco do show dos Rolling Stones no Brasil?

Será simplesmente o maior palco da história do rock. Os Stones já estiveram no Brasil duas vezes, em 1995 e 1998, mas nunca com uma estrutura tão gigantesca. Aportando no dia 18 de fevereiro para um show gratuito na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, a caravana trará toneladas de equipamentos, efeitos especiais, telões […]

Por Marco Bezzi Atualizado em 4 jul 2018, 20h21 - Publicado em 18 abr 2011, 18h47

Será simplesmente o maior palco da história do rock. Os Stones já estiveram no Brasil duas vezes, em 1995 e 1998, mas nunca com uma estrutura tão gigantesca. Aportando no dia 18 de fevereiro para um show gratuito na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, a caravana trará toneladas de equipamentos, efeitos especiais, telões de última geração e um setlist com 20 músicas pra enrouquecer qualquer fã. O show, que deve dar origem a um DVD, marca a metade da turnê do CD A Bigger Bang, de 2005, que já rodou Estados Unidos e Canadá e tem encontro marcado com Europa e Ásia. Dinossauros e milionários do rock – o quarteto já faturou 1 bilhão de dólares e vendeu mais de 12 milhões de ingressos nos anos 90 – os Stones até que foram bem modestos em suas exigências: eles pediram “apenas” uma mesa de bilhar e um sushi bar no camarim, além de passagens e estadia completa para 40 amigos. O point dessa galera será o luxuoso Copacabana Palace, hotel que vai ficar bem na frente do show e que terá uma passarela exclusiva para levar a banda para o palco.

Satisfaction
Vovôs do rock prometem pôr 1,5 milhão de fãs para pular nas areias de Copacabana

PRA VER E OUVIR

Além do sistema de som e do megatelão instalado no próprio palco, 16 torres de som e telões de alta definição serão espalhados pela orla da praia, até as proximidades do hotel Le Meridien, num raio de alcance de 900 metros

EU VOU PRA GALERA

Pioneiros em deixar seus shows com cara de pequenos clubes, os Stones vão usar um palco retrátil, com um corredor de 60 metros, para levar os quatro músicos para o meio da platéia. Quatro músicas vão rolar nesse palquinho intimista

LOTAÇÃO ESGOTADA

É esperado mais de 1,5 milhão de pessoas para a terceira vinda dos Stones ao Brasil. Parece um absurdo, mas é um número bem menor que os 3,5 milhões de pessoas que assistiram ao show de Rod Stewart, em 1994, na noite do ano-novo, na mesma Copacabana

ESQUEMA DE GUERRA

Para evitar qualquer tentativa de confusão, a prefeitura do Rio vai deslocar 2 mil policiais para a segurança do show. O bairro de Copacabana será interditado para carros particulares, igual ao que acontece nas comemorações do famoso réveillon do bairro

Continua após a publicidade

MEGALAMBIDA

Acostumados a efeitos especiais, os Stones não economizaram nesta nova turnê. Desta vez, a surpresa é uma língua inflável gigante – de cor azul com estampa florida – que surge depois da performance no palco retrátil

SÓ A DIRETORIA

3 500 vips selecionados pela prefeitura do Rio vão ter o privilégio de assistir ao show nos camarotes, fixados ao lado do palco. A estrutura tem três andares, mas só os dois primeiros são para o público – no de cima ficam técnicos e produtores do show

ÁREA NOBRE

O superpalco ficará na areia, bem no meio da avenida Atlântica. A estrutura será erguida em frente ao Copacabana Palace, onde os Stones ficarão hospedados. Na hora do show, uma passarela de 83 metros vai levar os músicos direto do hotel para o palco

ARRANHA-CÉU musical

O maior palco da história do rock tem 70 metros de largura e 24 metros de altura, o mesmo que um prédio de oito andares! A estrutura desse edifício musical pesa mais de 100 toneladas. Para transportar essa tralha até Copacabana, a produção vai usar 70 caminhões

HAJA GENTE

Para pôr de pé a imensa estrutura nas areias do Rio de Janeiro, a Bigger Bang World Tour contratará 1 500 pessoas no Brasil. Isso sem contar os 140 integrantes que já fazem parte do staff de produção da banda…

Continua após a publicidade

Publicidade