GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como um pen drive guarda informação sem usar pilha?

Ele não precisa de bateria porque "puxa" sua energia por meio da conexão USB com o aparelho em que está plugado.

ILUSTRA Thales Molina

PERGUNTA Sandra Maria Essasika, São Paulo, SP

A ideia por trás do pen drive não é novidade – afinal, ele nada mais é que uma memória de gravação, parecida com a que existe dentro do computador. Mas ela só pôde ser concretizada quando foi inventado o USB (sigla em inglês para “porta serial universal”), um tipo de conector que permite tanto a passagem dos dados quanto a da energia elétrica.

A primeira companhia a comercializar um pendrive foi a Trek Technology, de Cingapura, em 2000. Hoje já existem pendrives com capacidade de 1 terabyte.

E não é lenda: arrancar o dispositivo sem solicitar a desconexão eletrônica realmente faz mal. Ele só aguenta 1.500 “quebras” como essa. Mas, mesmo que seja bem conservado, o pen drive um dia acaba falhando. Ele aguenta uma média de 10 mil leituras e gravações.

+ Como surgiu o computador?

+ Como funciona um vírus de computador?

1) CONEXÃO

Inventado por Ajay Bhatt, arquiteto de computadores da Intel, o USB foi a grande sacada do pen drive. Ele recebe pulsos de cargas elétricas de 10 a 13 volts vindos do aparelho onde está conectado, que mantêm o aparelho e executam a gravação

2) PROCESSAMENTO

Este microcontrolador funciona como uma “porteira” entre o USB e a memória. Nesta área, os pulsos elétricos que entram pela conexão são transformados em dados. Eles alimentam uma rede de transistores e células que gravam ou apagam os arquivos

3) GRAVAÇÃO

Os dados que vêm do processamento são armazenados aqui. É a famosa memória flash, similar à dos PCs (chamada de RAM). Seus chips são de um tipo que não precisa de energia para manter a informação gravada

+ Quanta informação o cérebro consegue armazenar?

+ Qual a diferença entre CD, DVD e MP3?

pen drive2

4) Trava de leitura (opcional):impede a regravação ou leitura

5) Oscilador de cristal:controla a frequência dos pulsos

6) Lâmpada LED:indica o funcionamento do aparelho

FONTES Assessoria de imprensa da Kingston Technology Brasil e Departamento de Relações Públicas da Phison Electronics Corporation