Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Dá para engravidar sem ter feito sexo?

"E se ele ejacular na perna?" "Na água?" "Na roupa?" Confira quais os casos possíveis (ainda que improváveis) de gravidez sem sexo

Por Diego Bargas Atualizado em 4 jul 2018, 20h10 - Publicado em 11 nov 2016, 14h11

ILUSTRA Isabela Coelho Dourado

PERGUNTA Bruna Moreira, Porto Alegre, RS

Sim. A gravidez pode ocorrer toda vez que o sêmen do homem, cheio de espermatozoides, tem acesso à vagina de uma mulher em período fértil (ou seja, quando ela está ovulando). E esse contato não acontece apenas quando o pênis penetra o canal vaginal e ejacula lá dentro (o que seria uma possível definição de “fazer sexo“). Outras circunstâncias sem um “rala e rola completo” também permitiriam a fecundação. Mas suas chances de sucesso são mais baixas: o espermatozoide, por exemplo, só consegue sobreviver poucos minutos fora do corpo humano.

Like a virgin

Mesmo meninas que ainda não tiveram o hímen rompido podem engravidar. Basta que o ato sexual deposite espermatozoides ali na região: o canal vaginal já tem espaço suficiente para um deles passar. Por isso, o casal não pode bobear: camisinha sempre! Não importa se é a “primeira vez” ou a vigésima.

Tiro ao alvo

E o famoso “gozar nas coxas”? Tem perigo? Depende do que você considera coxa. Se foi realmente na perna, tranquilo. Agora, se foi bem perto da entrada da vagina, é possível (ainda que improvável) que espermatozoides aproveitem a lubrificação da mulher para nadar – literalmente – vagina adentro, até o útero.

+ Dá pra ter orgasmo sem estimular os órgãos sexuais?

Continua após a publicidade

+ Os 10 maiores mitos sobre sexo e sexualidade

Há controvérsias

Em teoria, “tirar antes de gozar” também é arriscado. Mesmo que o homem consiga se controlar, ele pode já ter liberado a lubrificação masculina, que serve para limpar o canal urinário antes da ejaculação. Esse líquido transparente já contém espermatozoides, mas médicos divergem se em quantidade suficiente para fecundar o óvulo.

Ufa! Sem perigo

Espermatozoides sabem “nadar”, mas não são o Michael Phelps! Se o homem ejacular na piscina ou na banheira, longe da mulher, dificilmente eles atingirão a linha de chegada (ainda mais se a água tiver cloro). Idem se o casal estiver de roupa: mesmo que os órgãos genitais estejam próximos, o tecido absorverá o esperma.

+ Qual a diferença entre identidade de gênero e orientação sexual?

+ Como era o sexo na Pré-História?

CONSULTORIA Paula de Montille Napolitano, psicóloga e terapeuta sexual; Mirian Lopes, psicóloga e especialista em sexualidade humana; e Priscila Junqueira, sexóloga

FONTES Sites Terra, Diário de Biologia, Revista Feminina, Bolsa de Mulher e Trocando Fraldas

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês