Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Por que o leão é o símbolo do imposto de renda?

O rei da floresta ocupa esse posto há pelo menos 40 anos. E a culpa é de uma propaganda.

Por Carolina Canossa Atualizado em 13 Maio 2021, 07h41 - Publicado em 5 dez 2017, 10h42

Por causa de uma campanha publicitária muito bem-sucedida . Em 1979, a Receita Federal queria passar a mensagem de que o governo brasileiro não admitia sonegação de impostos. Para isso, a equipe do publicitário Neil Ferreira, da agência DPZ, de São Paulo, resolveu adotar o leão.

O animal foi escolhido porque, no imaginário popular, ele impõe respeito por sua simples presença. A ideia era atribuir as características do leão à Receita: leal e justo, mas não bobo. Em outras palavras: se o contribuinte se comportasse, tudo certinho. Mas, se alguém resolvesse desafiar o fisco, teria problemas com Mufasa.

Os anúncios começaram a ser veiculados em 1980. Foram 38 esquetes, ao longo de dez anos, estrelados pelo leão Simba, que pertencia a um circo argentino. Com o tempo, o termo “leão” passou a ser usado para se referir ao imposto de renda.

“Não precisa ter medo. Ninguém quer te arrancar um pedaço”, diz o narrador. Assista abaixo.

 

Continua após a publicidade
Publicidade