GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Quando e onde surgiu o primeiro selo de correio?

penny-black-primeiro-selo-pb penny-black-primeiro-selo-pb

penny-black-primeiro-selo-pb (/)

Exemplo do Penny Black / Kevin Walsh/Flickr

O primeiro selo reconhecido oficialmente pelos historiadores surgiu na Inglaterra em 1840. Naquela época, enviar cartas era um processo caro e demorado, com as tarifas dependendo do peso da correspondência e da distância até o destinatário, sendo calculadas por meio de fórmulas complicadas. Antes de receber sua carta, o destinatário tinha que pagar pelo serviço – e muitos se recusavam a fazer isso, dando prejuízo aos correios. Para resolver o problema, o educador e administrador Rowland Hill elaborou uma proposta de reforma postal. Ele sugeriu a redução das tarifas e a adoção de um preço uniforme, independente da distância entre remetente e destinatário. O valor também só seria cobrado na hora da postagem, sendo que um pequeno papel auto-adesivo colado ao envelope comprovaria o pagamento. O projeto de Hill entrou em vigor em 1840, com a tarifa de 1 penny (moeda inglesa de pequeno valor) para cada meia onça (em torno de 15 gramas) de peso da correspondência.

O Penny Black – como ficou conhecido esse primeiro selo – foi lançado para o público em 1º de maio daquele ano. Mas a originalidade da idéia de Rowland Hill tem sido questionada. “Em 1818, na Sardenha, na Itália, já eram vendidas nos correios folhas de papel seladas, com desenhos chamados de Cavalinhos da Sardenha”, explicou o filatelista cearense Francisco Firmino de Araújo, membro da Câmara Brasileira de Filatelia. Para ele, a importância de Hill foi indiscutível, mas sua grande conquista foi acabar com os problemas de contabilidade que prejudicavam o serviço postal britânico.

penny-black-primeiro-selo penny-black-primeiro-selo

penny-black-primeiro-selo (/)

Exemplo do Penny Black / Kevin Walsh/Flickr