GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como escapar de uma multidão enfurecida

Especialista em segurança em estádio de futebol dá dicas para salvar sua pele caso esteja no meio de uma confusão

Não chame atenção

Não tome atitudes nem carregue coisas que possam confundi-lo com os integrantes da turba – ou, pior ainda, com os inimigos deles. Na saída de um jogo de futebol, por exemplo, procure levar uma camiseta extra de cor neutra: no caso de uma briga de torcidas, vista-a e descarte o uniforme de seu time. Melhor perder uma camisa do que tomar uma surra.

Saia de fininho

Tente escapar do meio da confusão. Encoste em um muro ou parede e espere o “estouro de manada” passar. Não corra em hipótese alguma: você corre o risco de tropeçar, cair e ser pisoteado pela multidão. Além disso, correr aumenta a probabilidade de você ser confundido com a massa. Aí, é quase certo que sobrem umas porradas de graça para você.

Erga as mãos

Levante os braços e mostre as palmas das mãos em sinal de paz. Isso mostra que você não está armado nem envolvido na bagunça. O sinal funciona para evitar que a polícia o confunda com os baderneiros e tome medidas físicas antes de pedir seus documentos.

Esconda-se

Tente esconder-se em algum lugar fechado e amigável. Serve qualquer tipo de estabelecimento comercial: bares, restaurantes, cinemas (fig.1), postos de gasolina (fig.2).

Ao entrar no seu esconderijo, procure algum cantinho protegido, um banheiro (fig.3) ou sob uma mesa (fig.4). Tão logo dê para falar com tranquilidade, telefone para o serviço de emergência e espere pela chegada da ajuda.

Fonte: Coronel Luís Fernando Serpa, comandante do 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar de São Paulo. Especialista em segurança em estádios de futebol, shows e proteção a presidentes estrangeiros no Brasil.