GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Nem sempre o vírus da hepatite some totalmente

Por que alguém que já teve hepatite não pode doar sangue?

Porque não é possível saber se restou algum vírus. No caso das hepatites B e C, mais graves, mesmo depois que o paciente deixa de apresentar qualquer sinal da doença, é possível que alguns poucos vírus mais resistentes sobrevivam. Se essa pessoa doar sangue, o vírus entra no organismo do receptor e faz com que ele contraia a doença. No caso da hepatite A, mais comum e menos perigosa, não existem vírus resistentes. Por isso, quem teve essa doença poderia doar sangue sem problemas. Mas é possível que o indivíduo com hepatite A tenha sido contaminado também com a do tipo B e não saiba. “Então, por precaução, os laboratórios não aceitam a doação”, diz o gastroenterologista Flair José Carrilho, da Universidade de São Paulo.

Há casos em que pacientes que tenham contraído hepatite B doam sangue depois de curados, mas não para transfusão. Os anticorpos são extraídos do sangue e injetados no organismo de bebês nascidos quando a mãe estava contaminada com doença. Assim, evita-se que a criança se contamine.