GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que é priapismo?

O nome vem de Príapo, deus da fertilidade na mitologia grega, representado com um falo gigantesco

Trata-se de uma ereção prolongada, que pode durar de seis a oito horas, provocada pela alteração no fluxo sanguíneo do pênis. “Com um detalhe: ela não é acompanhada de desejo sexual e sim de uma dor violenta”, afirma o médico Joaquim de Almeida Claro, do Departamento de Urologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

O nome do distúrbio vem de Príapo, deus da fertilidade na mitologia grega, sempre representado com um falo gigantesco.

Existem dois tipos básicos de priapismo: o de baixo fluxo e o de alto fluxo. Este último costuma ser causado por traumas na região do períneo. O de baixo fluxo é mais grave e surge quando, por alguma razão, o sangue torna-se mais espesso.

As causas mais comuns são leucemia, anemia falsiforma, traumas na coluna e medicamentos vasoativos, injetados no pênis para provocar ereção. “Priapismo é caso de emergência. Deve-se correr para o hospital”, diz o urologista Paulo Henrique Egydio, do Hospital das Clínicas, em São Paulo. “Não é fácil detectar a causa: ela só costuma ser descoberta em 40% dos casos. Tudo o que altera a circulação sanguínea deve ser analisado.”

O perigo é que se o sangue fica muito tempo retido no pênis, todo seu oxigênio é consumido pelas células, provocando fibrose e, com ela, impotência.