Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Por que homens não têm celulite?

Porque eles engordam nos lugares certos

Por Nathália Braga
Atualizado em 31 out 2016, 18h38 - Publicado em 3 jun 2010, 22h00

Não há escapatória contra os odiáveis furinhos: se você é mulher e não tem celulite, ainda terá. “Enquanto 99% das mulheres têm celulite após os 30 anos, no máximo 20% dos homens a têm”, diz o presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Omar Lupi. Mas por que existe tanta diferença?

Há duas razões para isso (nenhuma delas a ver com refrigerante). Ambas estão ligadas a hormônios.Celulite é basicamente excesso de gordura. Mulheres produzem o estrogênio, que faz com que retenham mais líquido. Assim, a variação de peso é maior (sem contar fatores como gravidez e início do ciclo menstrual, quando também engordam). Mas o principal motivo tem a ver com a distribuição de gordura no corpo (veja abaixo). E lá vem mais má notícia. “Uma vez presentes, os furinhos não irão desaparecer, é algo irreversível”, diz Lupi.
 

Contra a celulite…
É melhor ter barrigão do que vastas cadeiras

Peneira
O estrogênio faz com que a gordura nas mulheres vá para coxas e glúteos. Por baixo dessa região, há músculos muito fortes. Quando eles são contraídos, a pele é puxada e os furinhos ficam visíveis, parecendo casca de laranja.

Sem furo
Já os homens produzem testosterona, hormônio que faz a gordura ir para o abdômen – daí a barriga de chope. A musculatura debaixo da pança é fraca. Eles podem contrair os músculos, mas os buracos não aparecem.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.