Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Veias e Artérias: Circular é preciso

O coração é o motor do sangue, fazendo com que ele viaje por uma rede de estradas - as artérias, veias e vasos capulares.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h38 - Publicado em 31 Maio 1998, 22h00

Claudio Angelo

O sistema circulatório é como uma intrincada malha rodoviária. Se você emendar, uma na outra, todas as veias, artérias e capilares existentes no seu corpo, terá uma linha de 160 000 quilômetros, o suficiente para dar a volta ao mundo quatro vezes. As veias e as artérias são vias de mão única. Em cada uma delas, só trafega um tipo de sangue. Nas artérias, circula sangue oxigenado. Nas veias, o sangue saturado de gás carbônico, que se move no sentido oposto.

É pela aorta, a maior artéria, que o sangue sai do coração para irrigar o organismo inteiro. Seu destino são os capilares, lO bilhões de vasos minúsculos que levam o líquido a cada pedacinho do corpo. Os capilares têm, de comprimento, a espessura de um fio de cabelo. É lá que ocorrem as trocas gasosas. Após descarregar o oxigênio e receber o gás carbônico, os capilares se prolongam até formar as veias, já no caminho de volta ao coração. A essa altura, o sangue perdeu impulso e está mais lento. Chega ao coração com pouco mais da metade da pressão com que saiu. Por isso, as veias possuem válvulas, que impedem que o sangue flua na direção errada.

O cérebro é o cliente VIP desse sistema. “Como é um centro regulador, ela tem a prioridade no fornecimento de oxigênio, não importa o que aconteça”, diz o fisiologista Paulo Tucci, da Universidade Federal de São Paulo. Quando a pressão arterial cai e falta oxigênio, o cérebro faz o corpo reduzir sua atividade na marra: é o desmaio.

Quem sabe é super

Hemácias, leucócitos e plaquetas representam 40% do volume total do sangue. O restante é um líqüido chamado plasma, composto basicamente de água. O plasma transporta também várias substâncias, de proteínas e hormônios a glicose e anticorpos

Um mal de família

Hereditária, a hemofilia é uma doença incurável.

Em agosto de 1995, o sociólogo Herbert de Souza, idealizador da Ação pela Cidadania e Contra a Fome, morreu no Rio de Janeiro, em decorrência da Aids. Betinho seguiu a sina de seus irmãos, o cartunista Henfil e o músico Chico Mário, mortos em 1988, também vítimas da doença. Os três adquiriram o vírus HIV em transfusões de fatores de coagulação, obtido do sangue de doadores anônimos. Tinham hemofilia, uma doença hereditária causada pela falta de uma proteína coaguladora. Essa doença impede a cicatrização, transformando qualquer cortezinho num sangramento sem fim. Por isso, os hemofílicos precisam de transfusões. A hemofilia é transmitida aos filhos homens por mulheres sadias filhas de um hemofílico.

O encanamento do corpo

Conheça algumas das veias e artérias por onde o sangue viaja.

OS GRANDES RIOS

Ligadas diretamente ao coração, as veias cavas superior e inferior trazem o sangue carregado de gás carbônico. A cava inferior funciona como um grande rio, com vários afluentes. Os principais vêm de órgãos como o fígado e os rins.

O TUBO DE OXIGÊNIO

Embora seja tecnicamente uma veia – porque vai dos tecidos para o coração -, a veia pulmonar carrega sangue arterial, rico em oxigênio, direto dos pulmões.

Continua após a publicidade

Uma vez no coração, o sangue vindo dela será impulsionado pela aorta para todos os outros órgãos.

COMBUSTÍVEL DAS PERNAS

Prolongamento da aorta nos membros inferiores, é da artéria femural que saem todos os vasos da perna. Por carregar grandes quantidades de sangue, sua ruptura pode até matar.

PEÇA BRESSALENTE

Embora esteja longe de ser um dos dutos principais do sangue, a veia da perna chamada safena ficou conhecida por servir como substituta de coronárias entupidas. Os médicos a usam para fazer uma “ponte” sobre a artéria entupida, para que o sangue possa voltar a circular normalmente.

NA MIRA DO VAMPIRO

Para azar dos vampiros do cinema, as veias jugulares não são o local mais adequado para se achar sangue fresco. Elas trazem o sangue com gás carbônico do cérebro para a veia cava superior, por onde ele é jogado no coração. Já as artérias carótidas, que correm ao seu lado, vêm cheias de oxigênio. Boas de morder.

A SUPER-RODOVIA

Principal artéria do corpo, a aorta é também a maior delas. Tem até cinco centímetros de diâmetro, e forma um arco sobre o coração, de onde partem as subclavianas (que irrigam os braços) e as carótidas (que oxigenam o cérebro).

Para agüentar a pressão

Artérias: Possuem uma camada muscular grossa e resistente, para suportar a pressão do sangue, que sai a todo vapor do coração.

Veias: Têm uma parede muscular mais fina e menos elástica que as artérias. Mas não precisam de mais do que isso, pois o sangue corre nelas impulsionado por uma pressão muito baixa – tão baixa que algumas têm válvulas que se fecham quando o líquido passa, para que ele não volte.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês