GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Até onde vai o mundo?

Para ter uma idéia das distâncias descomunais do universo, imagine que você embarque num ônibus espacial em direção ao fim do mundo.

Eis uma pergunta que a ciência busca avidamente responder. Até hoje, ninguém conseguiu medir o tamanho exato do universo e nem sua forma.

Uma hipótese, sugerida pela medição da luz que chega dos pontos mais distantes do universo, é que ele tenha entre 10 e 15 bilhões de anos-luz. Um ano-luz é a distância percorrida pela luz no período de um ano e corresponde a 9,5 trilhões de quilômetros. Para complicar ainda mais esse cálculo, os cientistas descobriram que as galáxias estão se afastando umas das outras, o que leva a crer que o cosmo está permanentemente se expandindo. Isso coloca uma questão óbvia: se o universo compreende tudo e fora dele não há nada, como ele pode estar aumentando de tamanho? Para ter uma idéia das distâncias descomunais do universo, imagine que você embarque num ônibus espacial em direção ao fim do mundo. Depois de quase 30 anos viajando a uma velocidade de 30 000 quilômetros por hora, você atingiria o limite do sistema solar. Seria preciso viajar outros 500 anos para chegar à estrela mais próxima do Sol e alguns bilhões de anos para ultrapassar os limites da Via Láctea. O mais espantoso é que você nunca chegaria ao limite do universo, uma vez que o mundo está se expandindo numa rapidez muito superior à velocidade de qualquer espaçonave concebível. A única forma de atingir as bordas do universo seria numa máquina do tempo.