GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Elon Musk tirou do Facebook a Tesla e a SpaceX

Musk ainda afirmou que nem sabia da existência das páginas.

Você já deve estar sabendo: o Facebook se envolveu em um escândalo após descobrirem que sua base de dados havia exposto dados de 50 milhões de usuários. Desde então, a rede social já desvalorizou US$ 60 bilhões em valor de mercado. A situação chegou até mesmo a envolver as eleições brasileiras desse ano. E como se Zuckerberg já não tivesse problemas o suficiente para se preocupar, ele acaba de arranjar mais um incômodo. O mais importante empresário da atualidade, Elon Musk, deletou da rede social as páginas de suas principais companhias. A SpaceX e a Tesla não estão mais no Facebook.

Musk se envolveu na história após um tweet de Brian Acton, fundador do WhatsApp (vendido para o Facebook em 2014, por US$19 bilhões). Acton escreveu, nesta terça (20), “Chegou a hora. #deletefacebook”.  Três dias depois, Musk respondeu “O que é Facebook?”. A partir daí as coisas foram rápidas: um fã o desafiou clamando “Apague a página da SpaceX, se você é o cara”, Musk replicou “Eu nem sabia que tínhamos uma, vou apagar”. Em menos de 10 minutos as páginas das duas companhias tinham sumido da rede social.

Sim, existem algumas páginas com os nomes das empresas no Facebook. Não, elas não são verdadeiras – mesmo contando, algumas vezes, com dezenas de milhares de seguidores. Essa página falsa da Tesla, por exemplo, se apoia em um detalhe: o @ de usuário, não é @teslamotors; mas @teslamoto. De propósito, pra pegar quem está mais distraído.

Os desentendimentos entre Musk e Zuckerberg não são de hoje. Em 2016, um dos lançamentos fracassados da SpaceX acabou destruindo um satélite do Facebook avaliado em US$85 milhões. Zuckerberg, que estava no Quênia, reclamou publicamente. “Como eu estou aqui na África, fico profundamente decepcionado em ouvir que a falha de lançamento da SpaceX destruiu nosso satélite que iria provir conectividade para tantos empreendedores desse continente”. Musk chegou até a se desculpar, disse que foi “um idiota”, e que disponibilizou a SpaceX para colocar um novo satélite no espaço. Mas os conflitos não pararam. Em julho do ano passado, Elon voltou a cutucar Mark, dizendo pra quem queria ouvir que o presidente do Facebook não entende nada de inteligência Artificial.

Após apagar as páginas, Musk ainda afirmou que sair da maior rede social da atualidade não vai atrapalhar seus negócios. “Eu não uso Facebook e nunca usei, então eu não acho que sou uma espécie de mártir, ou que minhas companhias estão sofrendo um grande golpe. Além disso, a gente não usa propaganda, ou paga para impulsionar nossos anúncios, então… eu não ligo”, disse.