Clique e assine a partir de 5,90/mês

Tech: os 4 gadgets mais interessantes do mês de setembro

O anel que promete detectar a Covid-19, um casaco que repele o coronavírus, fones de ouvido que reagem à sua voz - e um snack que reduz o efeito do álcool no organismo.

Por Bruno Garattoni - Atualizado em 17 set 2020, 17h44 - Publicado em 9 set 2020, 11h20

O anel anti-Covid

O anel Oura (US$ 300) tem sensores que medem a frequência e a variabilidade cardíaca, a temperatura corporal, o ritmo respiratório e os padrões de sono da pessoa, entre outras coisas. Usando esses dados todos, ele supostamente é capaz de detectar a Covid-19 até 24 horas antes dos primeiros sintomas. Essa promessa está sendo testada num estudo da Universidade da Califórnia, que distribuiu o anel para 3.400 pessoas. A liga de basquete americana NBA comprou 2 mil unidades do gadget, que está sendo usado por todos os seus atletas, dirigentes e funcionários.

 

Vollebak/Reprodução

11 quilômetros de cobre

É o comprimento da malha de fibras tecidas no Full Metal Jacket, um casaco que promete ser impermeável ao Sars-CoV-2: o cobre, como indicam vários estudos feitos nos últimos meses, é o material no qual o vírus tem mais dificuldade em sobreviver. O casaco foi criado pela marca suíça Vollebak, custa US$ 1.000 e está disponível em seis tamanhos, que prometem se ajustar a todos os tipos de corpo (o robô da foto é apenas um manequim).

Continua após a publicidade

 

Sony/Reprodução

Isolamento amigável

Os fones de ouvido Sony WH-1000XM4 (R$ 2.400) têm quatro sensores que captam os ruídos do ambiente e os enviam para um processador, que analisa os dados 700 vezes por segundo e gera ondas sonoras contrárias às dos barulhos. O resultado é um silêncio extremo: parece que você está na cabine de um estúdio de gravação. Mas, ao mesmo tempo, sem ficar totalmente isolado. Se alguém vier falar com você, basta que você responda: os sensores detectam a sua voz e imediatamente acionam o modo de transparência acústica, que permite ouvir tudo o que está acontecendo e conversar com a outra pessoa – sem precisar tirar os fones.

 

Sobar/Reprodução

25% menos ressaca

Se você comer uma barrinha Sobar (US$ 2) antes de beber, o seu corpo absorverá 50% menos álcool do que se você estivesse de barriga vazia – e 25% menos, segundo seus criadores, do que se você tivesse ingerido 210 kcal (mesmo valor calórico da barrinha) de alimentos ricos em gordura. O produto foi inventado por um médico da Universidade Stanford, que não revela a fórmula: só diz que não contém ingredientes artificiais.

Continua após a publicidade
Publicidade