Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail bruno.vaiano@abril.com.br.

Gráfico: quantas pessoas nascem e morrem a cada ano no Brasil?

A pandemia levou a um aumento de 31% na média de mortes do Brasil em 2020 – mas ainda não foi suficiente para superar o número de nascimentos.

Por Maria Clara Rossini Atualizado em 16 abr 2021, 10h42 - Publicado em 16 abr 2021, 10h39

Mais de 1,45 milhões de pessoas morreram no Brasil no ano passado. Entre março de 2020 e 2021 (período que abarca o primeiro ano da pandemia), o número de mortes foi 31% maior que a média histórica. Segundo a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), esse é o maior número já registrado desde o início da série história “Estatísticas do Registro Civil”, em 2003.

O número de mortes, no entanto, não superou o de nascimentos. O Brasil ganhou 2,6 milhões de bebês em 2020. O número quebra com uma tendência de crescimento dos últimos cinco anos.

No gráfico, ainda adicionamos os registros de casamento, que também foram abalados pela pandemia. A queda em mais de 200 mil cerimônias em 2020 se deu principalmente pelos adiamentos em respeito às medidas de distanciamento social. Abaixo, confira os números anuais desde 2015.

Gráfico de área, mostrando o número de nascimentos, mortes e casamentos entre 2015 e 2020. Abaixo do gráfico está a legenda e os números de 2021, que não entraram no gráfico.
Design: Natalia Sayuri Lara/Superinteressante

*Erramos: Na edição impressa, os números de casamentos e mortes de 2021 estão trocados. O correto é 182.048 casamentos e 433.218 mortes, como mostrado no quadro acima, já corrigido.

Continua após a publicidade
Publicidade