GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Descobriram uma colônia de pinguins com 1,5 milhão de habitantes

Algoritmos, drones e inteligência artificial trabalharam juntos para descobrir superpopulação de pinguins escondida

Nos últimos 40 anos, o pinguim-de-adélia veem preocupando os biólogos: a população deles está diminuindo num ritmo assustador. Por isso, podemos imaginar a satisfação dos pesquisadores do Instituto Oceanográfico de Wood Hole, em Massachusetts, quando encontraram uma supercolônia com 1,5 milhão de pinguins da espécie escondida nas Ilhas Danger, uma série de ilhas rochosas ao largo da ponta Norte da Península Antártica.

Não apenas há mais pinguins por lá do que em todo o resto da Península Antártica como a população parece não ter sofrido os declínios populacionais associados às recentes mudanças climáticas. Tudo isso bem debaixo dos nossos narizes. “É um caso clássico em que se acha algo onde ninguém estava olhando. As Ilhas Danger são de difícil acesso, então as pessoas não tentavam muito chegar lá”, disse o pesquisador Tom Hart, envolvido na expedição, à BBC News.

A descoberta só foi possível graças a um conjunto de inovações tecnológicas. Os cientistas usaram um algoritmo para buscar pinguins através de satélites. Depois, drones captaram as imagens e um sistema de inteligência artificial foi responsável pela contagem.

Os números impressionam, mas não tanto quanto as imagens. Parte do que o drone capturou foi divulgado para o público. Veja aqui: