Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

O bebê de três pais

Inglaterra quer liberar técnica que combina DNA de um homem e duas mulheres; objetivo é evitar doenças genéticas

Por Salvador Nogueira
Atualizado em 31 out 2016, 18h51 - Publicado em 26 Maio 2014, 22h00

O sistema de saúde inglês pretende começar a oferecer este ano um procedimento que resulta na formação de bebês com DNA de três pessoas. Normalmente, uma criança recebe metade de seu material genético da mãe e metade do pai. Mas também há espaço para um terceiro participante. É que dentro das mitocôndrias, as estruturas que geram energia para alimentar nossas células, há outro tipo de DNA: o mitocondrial. Os cientistas acreditam que seja resíduo de uma antiga bactéria, incorporada por nossos ancestrais ao longo da evolução. Normalmente, você herda o DNA mitocondrial da sua mãe (pois herda as mitocôndrias que vêm dentro do óvulo). Mas esse código genético pode vir com defeito. Quando isso acontece, a pessoa desenvolve doenças sérias, como distrofia muscular e problemas cardíacos.
Os ingleses tiveram uma ideia: implantar o embrião (que contém os genes da mamãe e do papai) no óvulo de outra mulher, que forneceria o DNA mitocondrial. O procedimento recebeu críticas de entidades religiosas e de políticos, que o consideram uma forma de eugenia. Também houve quem dissesse que o procedimento pode gerar crianças defeituosas. “É verdade”, diz o microbiologista Alex Berezow, da Universidade de Washington. “Mas uma mãe que tem problema nas mitocôndrias pode muito bem querer aceitar o risco.” Juridicamente, a mulher que forneceu o DNA mitocondrial não teria direitos sobre a criança. “É como os homens que doam espermatozoides”, explica o advogado Luiz Felipe do Vale Tavares.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.