GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Os animais que habitam a Antártida e o Ártico

Os polos têm muito mais biodiversidade do que imaginamos

Pode não parecer, mas os polos do planeta têm uma grande biodiversidade. As Ilhas Órcades do Sul, na Antártida, têm mais espécies que as tropicais Ilhas Galápagos, cujas tartarugas, iguanas e albatrozes tanto encantaram Charles Darwin.

Essa fauna vai muito além dos pinguins, símbolo da Antártida, e dos ursos-polares, ícones do Ártico. Existem ainda aqueles que habitam as duas regiões. Cerca de 2% das espécies, entre elas o camarão krill e a orca, vivem em ambos os polos.

 

1 – Narval
Também é chamado de unicórnio-do-mar. É da mesma família da beluga e chama a atenção pelo enorme “chifre” na testa dos machos – que, na verdade, é um dente com mais de 10 milhões de terminações nervosas. Esse dente cresce cerca de 3 m, enquanto o corpo atinge até 4 m.

2 – Beluga
As baleias-brancas são sociáveis e inteligentes. Nadam em grupos e se comunicam por meio de sinais e guinchos – por isso o apelido de papagaios do mar. Habitam todas as regiões de águas árticas e migram para o Sul no outono, quando o mar congela.

3 – Coruja-do-Ártico
Também chamada de coruja-das-neves, ela tem uma envergadura de até 1,50 m e pode pesar até 3 kg. Como a região passa por longos períodos sem ter noites, ela tem o hábito de caça diurno – bem diferente do das corujas tradicionais. No inverno, migra para o Sul.

4 – Boi-Almiscarado
O animal é um dos símbolos do Ártico. É dócil e se parece mais com uma cabra de 1,5 m de altura do que com um boi. Seu nome é proveniente do cheiro de almíscar exalado pelos machos. A pelagem longa, ordenada em camadas, ajuda a suportar
o frio extremo.

 

 (mapa iStock images / Ilustração Laz Muniz/Montagem sobre reprodução)

1 – Elefante-Marinho
Maior foca do mundo, pode mergulhar até 1.700 m de profundidade e ficar embaixo d’água por 80 minutos.

2 – Pinguim-Imperador
Com até 1,30 m, a ave ocupa o litoral do continente, mas segue para o interior, um deserto gelado, para se reproduzir. Ao fim do outono, a fêmea põe um único ovo. Enquanto o macho o incuba durante 65 dias, ela vai para o mar buscar alimento.

3 – Foca-Leopardo
A segunda maior foca da Antártida é uma grande predadora. Rápida e com visão e olfato aguçados, ela caça pinguins, moluscos e focas menores. As fêmeas têm 3,6 m e 600 kg, enquanto os machos chegam a 3,2 m e cerca de 400 kg. Seu único predador é a orca.

4 – Baleia-Franca
Diferentemente das demais, essa baleia não tem barbatana dorsal. Suas características clássicas são a boca arqueada e as calosidades na cabeça. Chega a pesar 80 toneladas e mede mais de 18 m. A espécie foi muito caçada porque sua carne, muito gordurosa, serve para fazer óleo.

Ilustra Laz Muniz
Edição Giselle Hirata e Felipe van Deursen