Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Os eunucos podiam ter ereção? E os cantores de ópera castrados?

A pipa dos eunucos não sobe mais?

Por Da Redação Atualizado em 21 nov 2016, 11h09 - Publicado em 31 ago 2001, 22h00

Homens castrados para servirem de guardiães dos antigos haréns – tradição que aparece com o Império Persa (550-334 a.C.) – teoricamente podiam, sim, ter ereções, mas isso não devia acontecer com muita frequência.

A castração removia apenas os testículos, pois na grande maioria dos casos em que se retirava toda a genitália os pobres coitados morriam de hemorragia ou infecção. “Além de produzir os espermatozóides, os testículos fabricam a testosterona, o hormônio sexual masculino que regula o apetite sexual, e, portanto, tem papel fundamental na ereção. Mas a castração preservava a glândula supra-renal, que produz de 2% a 3% do total de testosterona do organismo, o suficiente para uma rara ereção ocasional”, afirma Jorge Hallak, urologista do Hospital das Clínicas de São Paulo e pesquisador da Clinic Foundation de Cleveland, nos Estados Unidos.

Outro fator determinante era a idade: se castrado antes da puberdade, a ereção tornava-se impossível. Por esse motivo, os castrati – cantores de ópera que faziam papéis femininos e eram imensamente populares na Itália dos séculos XVI a XVIII – ficavam, ao contrário dos eunucos dos haréns, sexualmente incapacitados.

A prática surgiu em função de a Igreja Católica proibir mulheres de se apresentar em público. Esses garotos costumavam ser separados de seus testículos entre 8 e 10 anos de idade. Assim, o pênis não se desenvolvia, nem outras características masculinas como pelos, ossatura mais larga e voz grossa (o crescimento da laringe também depende da testosterona).

Continua após a publicidade

Publicidade
Ciência
Os eunucos podiam ter ereção? E os cantores de ópera castrados?
A pipa dos eunucos não sobe mais?

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

Publicidade