GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

É verdade que dá para recarregar pilhas usadas colocando-as no congelador?

(Michel Lopes Granjeiro, Fortaleza, CE)

Não! Esse macete caseiro rende, no máximo, alguns minutos de sobrevida às pilhas. Elas funcionam convertendo energia química em energia elétrica, pela reação entre duas substâncias: zinco e cloreto de amônio. Esse processo acaba liberando gases de hidrogênio e amônio, em bolhas que se movimentam, dificultando a passagem de corrente elétrica no interior da pilha. “Tudo o que a baixa temperatura faz é congelar esses gases, imobilizando-os em bolhas menores. Isso desobstrui o trânsito daquela carga elétrica que ainda resta, fazendo uma pilha gasta voltar a funcionar mais um pouquinho, nada além disso”, diz o físico Cláudio Hiroyuki Furukawa, da Universidade de São Paulo (USP).

Engenharia de trânsito

Congelamento abre passagem para corrente elétrica

A reação química que faz a pilha gerar eletricidade libera bolhas de gás em seu interior

Quando ela é congelada, essas bolhas são reduzidas e têm sua agitação paralisada. Isso facilita a passagem do resto de carga elétrica que ainda houver em uma pilha gasta, dando a ela alguns minutos a mais de vida