Clique e assine a partir de 5,90/mês

DC anuncia nova saga nos quadrinhos com Mulher-Maravilha brasileira

Vinda da Amazônia, Yara Flor se unirá ao filho do Superman no novo arco de histórias da editora, que começará em 2021. Confira.

Por Rafael Battaglia - Atualizado em 15 out 2020, 15h29 - Publicado em 15 out 2020, 15h22

É do Brasil! Nesta quinta-feira (15), a DC Comics anunciou o lançamento de Future State, novo evento em seu universo de quadrinhos, para o começo de 2021. Dentre os destaques, a nova Mulher-Maravilha, que será vivida por uma brasileira.

Por enquanto, há poucas informações sobre ela. Seu nome é Yara Flor, uma guerreira amazona vinda, veja só, da floresta amazônica. Além de assumir o posto da heroína, ela se juntará ao novo Superman, Jon Kent, filho de Clark Kent e Lois Lane – nessa realidade, Clark foi exilado da Terra após uma crise internacional.

Essa, inclusive, será a pegada de Future State: apresentar novos personagens para os mantos consagrados da galeria de personagens da DC. Haverá, por exemplo, um novo Batman – na história, o original foi morto, e Gotham City passou a ser controlada pelo Magistrado. O herói, então, será o responsável por liderar os novos vigilantes da cidade.

A DC divulgou também algumas das capas das primeiras HQs de Future State, que influenciará publicações mensais da editora e trará também minisséries e histórias individuais. Veja abaixo a da nova Mulher-Maravilha:

Continua após a publicidade

Pela imagem, é possível notar algumas diferenças em relação à Mulher-Maravilha original. O Laço da Verdade de Yara, por exemplo, possui bolas no final da corda. Mas vale dizer: sua aparição não significa que Diana Prince morreu – a personagem clássica ganhará sua própria série, intitulada Immortal Wonder-Woman.

A nova Mulher-Maravilha será feita por Joëlle Jones. A artista norte-americana, conhecida pela série de quadrinhos Lady Killer, sobre mulheres assassinas, foi a primeira mulher a ilustrar HQs do Batman. Em 2019, ela veio ao Brasil para participar da CCXP.

Além de Jones, Future State contará com autores como Brian Michael Bendis, conhecido por criar Jessica Jones e por seus trabalhos com o Demolidor na Marvel; John Ridley, que venceu o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado por 12 Anos de Escravidão e Brandon Vietti, que desenvolveu a animação Young Justice, com versões jovens dos heróis da DC.

Future State começará a ser publicado em janeiro de 2021 nos EUA, mas não há previsão de quando os títulos chegarão ao Brasil.

Vale dizer que Yara Flor não será a única nem a primeira heroína brasileira da editora, que já lançou personagens como a Fogo e até um Lanterna Verde brazuca. Nesta lista, dá para ver estes e outros conterrâneos que a DC e a Marvel já criaram.

 

Continua após a publicidade
Publicidade