Clique e assine a partir de 5,90/mês

Filmes lançados em drive-ins e streaming poderão concorrer ao Oscar 2021

A regra vale apenas para produções que já estavam marcadas para estrear no cinema. Veja quais filmes podemos esperar na premiação.

Por Maria Clara Rossini - Atualizado em 8 out 2020, 21h07 - Publicado em 8 out 2020, 18h43

O Oscar possui regras rígidas sobre quais filmes podem ou não participar da premiação. Todos os indicados precisam ter sido lançados e exibidos em salas de cinemas. Filmes como Roma ou O Irlandês, ambos distribuídos pela Netflix, só puderam receber votos porque estrearam nos cinemas antes de chegarem ao streaming.

Mas este ano não teve jeito. Com as salas de cinema fechadas por causa da pandemia, quase todos os estúdios optaram por adiar suas estreias ou lançar filmes diretamente em serviços de streaming ou on-demand (como Google Play e iTunes). O Oscar também flexibilizou as regras. A Academia anunciou hoje (08) que filmes que estavam planejados para o cinema, mas tiveram que estrear no streaming ou em drive-ins por causa da pandemia, estão elegíveis para a premiação.

É o caso de The Trial of the Chicago 7, forte concorrente que conta a história do julgamento de sete homens presos em um protesto por incitar revolta popular. O filme seria distribuído nos cinemas pela Paramount, mas chegou à Netflix antes (ao final de setembro) para os Estados Unidos. No Brasil, deve estrear na plataforma em 16 de outubro.

Os filmes devem estar disponíveis aos membros da Academia até 60 dias após a estreia. Os longas que não estavam planejados para estrear no cinema (como Enola Holmes, que está entre os mais assistidos da Netflix do Brasil desde a estreia) continuam sem poder participar.

O adendo do Oscar também considera drive-ins como salas de cinema. Se optarem pela estreia em cinemas, os filmes devem ser exibidos por pelo menos uma semana em Los Angeles, Nova York, São Francisco, Chicago, Miami ou Atlanta. Além disso, eles devem ter pelo menos três sessões ao dia nas salas de cinema, ou uma sessão ao dia em drive-ins. 

Isso abre espaço para o brasileiro Bacurau concorrer a melhor filme. A distopia nordestina estreou no Brasil em 2019, mas só agora será exibido nos Estados Unidos por uma distribuidora americana. Ele estava cotado para concorrer como melhor filme estrangeiro representando o Brasil em 2020, mas o escolhido foi A Vida Invisível, que não chegou aos finalistas.

Outro que deve estar entre os indicados  de 2021 é Tenet, a super produção de Christopher Nolan que aborda viagem no tempo. Ele estreou em setembro nos cinemas dos Estados Unidos, mas não conquistou a bilheteria esperada – nem todas as salas do país estão abertas, e muitas pessoas ainda estão receosas de ir ao cinema.

Soul, nova produção da Pixar que certamente estará na categoria de melhor animação, deveria chegar aos cinemas americanos em novembro. Poucas horas após a decisão da Academia, a Disney resolveu lançar o filme diretamente no seu serviço de streaming, Disney+, no dia 25 de dezembro. Da 5 Bloods, de Spike Lee, deveria estrear no festival de Cannes, mas acabou partindo direto para a Netflix. Com a mudança de diretrizes do Oscar, ele também deve estar na premiação.

A cerimônia de premiação do Oscar está marcada para o dia 25 de abril de 2021.

Continua após a publicidade
Publicidade