Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Por que a maioria das pessoas é destra?

atores genéticos, hereditários e e até a religião podem ter influenciado

Por Tiago Jokura
Atualizado em 22 fev 2024, 11h21 - Publicado em 18 abr 2011, 18h35

Ser destro ou canhoto é basicamente uma questão de gosto. O que intriga os pesquisadores é não conseguir definir a razão pela qual 70% a 90% dos humanos optam pela mão direita para funções específicas. Em cães, gatos, ratos e chimpanzés a média é de 50% para cada lado.Uma das teorias tenta explicar a preferência mundial – destros são maioria em todos os povos – observando o cérebro. “O problema é que as diferenças anatômicas e funcionais podem ser o resultado de ser destro ou canhoto, e não a causa”, explica a neurocientista Suzana Herculano, da UFRJ.

Para confundir ainda mais, os cientistas consideram que a ação combinada de fatores genéticos, hereditários e sócio-culturais (como religiões que relacionavam canhotos ao demônio) também influencia nessa predominância destra.Para Suzana, porém, o fato de desenvolvermos um dos lados é muito mais importante do que entender os motivos da escolha. “Se ninguém tivesse uma preferência definida, passaríamos o dobro de tempo na escola para aprender a escrever com as duas mãos”, completa.

Leia também:

– Por que algumas pessoas são canhotas?

Continua após a publicidade

– Os animais também são destros ou canhotos?

– Por que na Inglaterra se dirige pela esquerda?

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.