Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Motor de dois tempos: como o seu coração funciona

No seu peito, um músculo do tamanho de um punho trabalha sem intervalos. E é só por isso que você está vivo

Por Claudio Angelo Atualizado em 28 set 2018, 18h25 - Publicado em 31 Maio 1998, 22h00

Ele bombeia toneladas de sangue todos os dias. Funciona sozinho. Se o arrancarmos do corpo, continuará batendo, já que as suas pulsações, ao contrário dos demais movimentos, não dependem de ordens emanadas do cérebro.

Os impulsos que movem o coração são gerados por um pequeno grupo de células, situadas nas paredes do átrio direito, chamado marcapasso. “É como o puxador de uma bateria de escola de samba”, diz o fisiologista Paulo Tucci, da Universidade Federal de São Paulo. O marcapasso faz com que todo o coração se contraia no ritmo certo, cerca de 70 vezes por minuto.

Os batimentos cardíacos se dividem em duas etapas. Na primeira, a diástole, o coração está relaxado, para receber uma dupla remessa o sangue “sujo”, com gás carbônico, trazido pelas veias, e o sangue “limpo”, cheio de oxigênio, procedente dos pulmões. No segundo movimento, a sístole, ele se contrai e despacha cada encomenda para o seu endereço. O sangue que será reciclado vai para os pulmões e o que já passou por esse processo segue para o organismo, pelas artérias. Veja, abaixo, como isso acontece.

Por dentro da máquina

Quatro câmaras, quatro válvulas, um septo, veias e artérias. Com essa estrutura aparentemente simples, o coração realiza a incrível tarefa de bombear o sangue sem parar.

1. As veias pulmonares levam o sangue com oxigênio dos pulmões para o átrio esquerdo.

2. A válvula mitral, que separa o átrio esquerdo do ventrículo, se abre para a passagem do sangue e se fecham em seguida para que ele não volte.

3. O ventrículo esquerdo se contrai, bombeando o líquido para a aorta, que também possui uma válvula.

4. A aorta, maior artéria do corpo, despacha o sangue fresquinho para todo o corpo, exceto os pulmões.

5. O miocárdio é o músculo cardíaco propriamente dito. Ele relaxa e se contrai, provocando com isso os batimentos.

6. As veias cavas trazem o sangue “sujo” de gás carbônico, que já foi usado pelo corpo, para o átrio direito, passando pela vácula tricúspede.

Continua após a publicidade

7. A tricúspede se fecha para prevenir a volta do sangue “sujo”, para o átrio direito, depois que o ventrículo é inundado.

8. O ventrículo, uma vez cheio, se contrai. Essa contração, a sístole, empurra o sangue com gás carbônico para a artéria pulmonar.

9. Pela artéria pulmonar, depois de vencer a última válvula, o sangue é conduzido aos pulmões, onde o gás carbônico será trocado por oxigênio.

A bomba em funcionamento

O coração tem um marcapasso natural, que provoca uma descarga elétrica de 60 milivolts a cada batida. Isso equivale a 4% de uma pilha pequena – que tem 1,5 V. Entenda como as pulsações cardíacas fazem o sangue circular.

DIÁSTOLE

1. O coração está relaxado. O sangue saturado de gás carbônico (venoso) vindo do corpo entra no átrio direito e enche o ventrículo do mesmo lado.

2. Ao mesmo tempo, no lado esquerdo, o sangue com oxigênio (arterial) inunda o átrio e segue para o ventrículo.

SÍSTOLE

1. Com os ventrículos cheios, as válvulas tricúspide e mitral se fecham, para prevenir o refluxo do sangue.

2. Os ventrículos se contraem. O sangue venoso é enviado para os pulmões, e o arterial segue pela aorta para o resto do corpo.

Continua após a publicidade
Publicidade