Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

EUA desenvolvem robô assassino

Exército americano busca máquina que seja capaz de atirar e matar "sem intervenção humana"

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h31 - Publicado em 21 jul 2014, 22h00

João Vito Cinquepalmi

 

Os EUA têm uma esquadrilha com mais de 7 mil drones – aviões não tripulados que são comandados a distância e fazem missões de vigilância e ataque em países inimigos. Mas, agora, querem dar um passo à frente e criar máquinas que sejam capazes de fazer tudo sozinhas, inclusive decidir quando é hora de atirar para matar. A ideia foi revelada pelo próprio Departamento de Defesa, que publicou um documento estipulando as regras. Os robôs serão desenhados para atacar alvos em terra e no ar, e terão de passar por “testes rigorosos” para diminuir o risco de “engajamento involuntário” – atacar a pessoa errada. Os defensores da ideia dizem que ela vai acabar poupando vidas, pois os robôs são mais frios e precisos que qualquer humano. Mas também há outro lado. “Um computador toma decisões baseado no seu banco de dados e nos sinais que recebe do ambiente externo. Mas é impossível prever todas as situações que o sistema vai encontrar, e como vai reagir”, diz o físico Mark Gubrud, pesquisador da Universidade Princeton e membro do Comitê Internacional para o Controle de Armas Robóticas. O medo é que os robôs se confundam, matando inocentes, ou saiam do controle, se voltando contra o próprio Exército. Também há o risco de uma corrida armamentista, com as grandes potências competindo para criar o melhor robô.
O assunto é urgente, tanto que em maio haverá a primeira conferência a respeito na sede da ONU – que poderá criar uma convenção internacional proibindo as máquinas que atiram sozinhas.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.