Clique e assine com até 75% de desconto
Publicidade

Tudo sobre física

20-11_MulherC_SITE
Ciência

Márcia Barbosa estuda a água – a substância mais estranha da face da Terra

Por Bruno Vaiano, Maria Clara Rossini Atualizado em 24 nov 2020, 22h51 - Publicado em 22 nov 2020, 07h32
A #MulherCientista dessa semana costumava desdenhar da água. Mas se apaixonou depois de duas décadas desvendando as mais de 70 anomalias do líquido.
Cada caso é um caso. Com frequência, a Academia Sueca só concede o prêmio após a verificação experimental de uma previsão.
#SuperLivros | “A Teoria Perfeita”, de Pedro G. Ferreira
Ciência

Livro da semana: “A Teoria Perfeita”, de Pedro G. Ferreira

Por Bruno Vaiano Atualizado em 20 nov 2020, 14h22 - Publicado em 18 nov 2020, 15h37
De Einstein às ondas gravitacionais, Pedro G. Ferreira faz a biografia da Relatividade – a teoria que abasteceu as mentes, escrivaninhas e dramas de gênios no século 20.
Nem de longe: as sete notas são a escala diatônica maior, uma convenção da música do Ocidente que data de Pitágoras. Para construi-la, selecionamos frequências específicas dentre a infinidade de sons que existem.
Culpa da refração da luz: um fenômeno que aprendemos (ou tentamos aprender) no Ensino Médio.
O Big Bang aconteceu em lugar nenhum e em todos os lugares. Parece Raul Seixas, mas é física.
A Terra pode ser um zoológico criado por alienígenas, diz Neil deGrasse Tyson
Ciência

Neil deGrasse Tyson divulga, no Twitter, carta à ciência brasileira

Por Bruno Vaiano Atualizado em 30 out 2020, 11h42 - Publicado em 30 out 2020, 11h39
O astrofísico comenta Santos Dumont e Embraer – e afirma que nossa ciência e tecnologia só vão avançar se nos orgulharmos do conhecimento produzido aqui.
#SuperLivros | “Um Universo que veio do nada”, de Lawrence Krauss
Cultura

Livro da semana: “Um Universo que veio do nada”, de Lawrence Krauss

Por Bruno Vaiano Atualizado em 25 nov 2020, 14h39 - Publicado em 14 out 2020, 13h46
Por que existe algo em vez de nada? Na obra, Lawrence Krauss passeia pela vanguarda da física teórica para entender porque tudo não é uma mera ausência.
Eles também estalam de dia, mas é mais difícil ouvir. Quando há uma mudança de temperatura, os móveis se expandem ou se contraem, e as peças se reacomodam.
O mundo quântico é incompreensível por natureza. Lá, as coisas atravessam paredes, se comunicam por "telepatia" e existem em vários lugares ao mesmo tempo. Essa é a parte fácil. Saiba qual é a difícil no texto abaixo – caso ele realmente esteja lá.
O trabalho da dupla com buracos negros foi sacramentado pela foto histórica do projeto EHT em 2019. Mas Hawking não pôde ser reconhecido postumamente.
Isso tem tudo a ver com algo muito banal: como os postes de luz da rua sabem que tem que acender quando anoitece. E com algo nada banal: a fundação da física quântica.
Aposta sobre o Nobel de Física feita 18 anos atrás finalmente se resolverá em 2020
Ciência

Aposta sobre Nobel de Física feita há 18 anos se resolve em 2020

Por Bruno Vaiano Atualizado em 25 set 2020, 18h11 - Publicado em 25 set 2020, 18h08
E o resultado desanima: não caminhamos muito adiante na tentativa de unificar a teoria quântica de campos e a relatividade geral (a tal "teoria de tudo").
Na correspondência de gênios, encontramos suas inspirações, seu jeito de lidar com a dor e um retrato do tempo em que viveram.
SI_419_Dark_01
Ciência

Paradoxo do avô, buracos de minhoca e o gato: entenda a ciência de Dark

Por Bruno Vaiano Atualizado em 17 set 2020, 20h37 - Publicado em 16 set 2020, 12h20
Como a série alemã usou a física para construir um enredo de torrar os neurônios – e se tornou a série nerd mais relevante do século 21.
A foto mais famosa do cientista foi registrada em um contexto muito específico, bem longe dos laboratórios e salas de aula
O paulistano que pega o trem na Fradique Ventinho (quer dizer, Coutinho) finalmente saberá a resposta.
Antes restritos à ficção, os hologramas estão um passo mais próximo de se tornar realidade graças às metassuperfícies. Entenda.
Esqueça o modelo do átomo como um Sistema Solar. O elétron não cai no núcleo porque nem sequer está órbita; a física quântica funciona de um jeito diferente.
Não: tudo que é feito na Terra usa matéria-prima que já estava na Terra. Nosso planetinha só ganha alguns quilos quando um objeto cósmico cai por aqui.
Publicidade