Clique e assine a partir de 8,90/mês
Publicidade

Tudo sobre oceano

Os resíduos podem prejudicar desde o ecossistema marinho da região até a saúde de moradores locais.
Cientistas encontram bactérias vivas que podem ter 100 milhões de anos
Ciência

Cientistas encontram bactérias vivas que podem ter 100 milhões de anos

Por Bruno Carbinatto - Atualizado em 29 jul 2020, 18h01 - Publicado em 29 jul 2020, 17h48
Os micróbios foram encontrados no subsolo do Oceano Pacífico e podem ser os organismos mais velhos ainda vivos de que se tem conhecimento.
Descarte inadequado de EPIs preocupa protetores ambientais
Ciência

Descarte inadequado de EPIs preocupa defensores ambientais

Por Carolina Fioratti - Atualizado em 27 jul 2020, 18h53 - Publicado em 27 jul 2020, 18h52
A pandemia de covid-19 intensificou o uso de máscaras, luvas, sacolas e embalagens – e já dá para perceber os danos ao meio ambiente.
Sim. Também existe mar abaixo do nível do mar. O nível do mar é só uma média.
SI_Kathryn_Sullivan
Ciência

Primeira americana a andar no espaço alcança ponto mais profundo do oceano

Por Carolina Fioratti - Atualizado em 10 jun 2020, 17h12 - Publicado em 10 jun 2020, 17h07
Kathy Sullivan desceu 11 quilômetros até a Depressão Challenger, na Fossa das Marianas. Antes dela, apenas outras sete pessoas já haviam feito o mesmo.
SI_415_coral_branco
Ciência

Corais da Grande Barreira estão brancos como nunca

Por SUPER - Atualizado em 20 abr 2020, 23h04 - Publicado em 17 abr 2020, 23h00
Estima-se que 60% dos corais tenham adquirido aspecto esbranquiçado em algum grau. É a maior área já afetada na história.
O sifonóforo do comprimento de um prédio foi avistado por pesquisadores em cânion submerso no Oceano Índico. Conheça outros seres bizarros da mesma região.
SI_414_Novas_Lego
Ciência

Quanto tempo uma peça de LEGO leva para se decompor no oceano?

Por SUPER - Atualizado em 20 mar 2020, 16h41 - Publicado em 20 mar 2020, 13h41
Peças do tipo são feitas de um polímero de nome complicado: acrilonitrila butadieno estireno. E podem ser mais resistentes à ação do tempo que você imagina.
Pesquisa pode contribuir nos estudos das primeiras vidas unicelulares que surgiram no planeta.
Variações nos ventos, na temperatura e na salinidade da água do mar produzem e orientam um imenso sistema global de circulação de correntes oceânicas.
Depende: as áreas adjacentes ao litoral, até uma certa distância, ficam sob controle dos países.
Elas são um fenômeno que ocorre quando conjuntos de ondas vindos de direções diferentes se cruzam perpendicularmente no litoral. Como na ilustração.
As 'Vovós Fantásticas' conseguiram acumular informações inéditas sobre mais de 230 cobras que viviam escondidas em uma área turística.
A organização de preservação ambiental The Nature Conservancy (TNC) anunciou os cliques vencedores de seu concurso anual de fotografia.
A Halomonas titanicae, que é capaz de metabolizar óxido de ferro, encontrou nos destroços do navio o lugar perfeito para se alimentar (e se multiplicar)
Site_FossaMarianas
Ciência

Expedição encontra plástico no ponto mais fundo dos oceanos já visitado

Por Guilherme Eler - Atualizado em 14 Maio 2019, 11h27 - Publicado em 13 Maio 2019, 20h03
Ao descer 10.972 metros na Fossa das Marianas, um explorador americano viu de tudo: rochas com cor única, possíveis novas espécies e, quem diria, embalagens
Variedade de organismos é quase 12 vezes maior do que se imaginava até então.
Site_PoloSul
Ciência

Da última vez que houve tanto CO2 na atmosfera, havia árvores na Antártida

Por A. J. Oliveira - Atualizado em 4 abr 2019, 18h48 - Publicado em 4 abr 2019, 18h47
Essa mata não cresce da noite para o dia, é claro – mas a comparação demonstra o quanto transformamos o planeta desde a Revolução Industrial.
O aquecimento do planeta vai deixar o azul dos oceanos mais azul — e o verde, mais verde.
oceano-aquecimento
Ciência

Aquecimento global dos oceanos equivale a 1,5 bomba atômica por segundo

Por Ingrid Luisa - Atualizado em 8 jan 2019, 18h38 - Publicado em 8 jan 2019, 18h37
Um estudo da Universidade de Oxford calculou a quantidade de calor absorvida pelo mar nos últimos 150 anos. É como se 1,5 bomba de Hiroshima explodisse a cada segundo
Publicidade