GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Inconsciente Coletivo: as buscas mais estranhas feitas pelos leitores da Super no Google

Magia negra, Illuminati, gravidez, índio alquimista – e a cor do cavalo branco de Napoleão; Confira as buscas mais bizarras, engraçadas e interessantes que nossos leitores fizeram no Google

Eu não sei quem você é; mas sei o que você digitou no Google. Até certo ponto, sei mesmo. Parte do trabalho de editor da Super consiste em monitorar o Google Analytics e ver quais reportagens estão tendo maior ou menor audiência. E ele possui uma ferramenta, chamada “Top Keywords”, que mostra quais buscas no Google estão trazendo mais gente para o site. É uma lista de dez itens, atualizada em tempo real, que funciona como uma janela para os interesses, as dúvidas e os medos mais íntimos das pessoas. Afinal, todo mundo se perfaz nas redes sociais; mas, a sós com o Google, se revela como em nenhum outro momento. E isso, como veremos a seguir, pode ser fascinante. Vamos lá: com você, as cinco buscas mais interessantes, curiosas e bizarras e inacreditáveis que recebemos na última semana.

5. Satanista – e preguiçoso

Alguém se sentou ao computador, ou pegou o celular, e digitou no Google: “Forma mais fácil para chamar demônio da encruzalhada.com”. Ignore os erros de digitação e o insólito .com, talvez obra do autocompletar do smartphone, e reflita comigo: o que essa pessoa queria? Jamais saberemos; mas boa coisa, pode apostar, não era. O Google indicou a ela nossa reportagem “Rituais Mágicos”, que está repleta de informações interessantes sobre superstições e ritos medievais – mas, felizmente, não ensina ninguém a invocar criaturas do mal (muito menos, como a busca pedia, de forma “fácil”).  

4. A visita da cegonha

Não ria. A pessoa que digitou isso (na verdade, duas, como mostra o dado do Google Analytics) provavelmente estava morrendo de medo de ter provocado ou sofrido uma gravidez indesejada. O Google as tranquilizou, ou apavorou, apresentando um informativo texto da revista “Mundo Estranho” com respostas para a pergunta: “Dá para engravidar sem ter feito sexo?” (spoiler: sim e não). 

3. Nudes como arma

“Porque foto nua para Iluminat”. Ai, ai, ai. A pessoa queria ler sobre algum ritual estranho, em que os Illuminati utilizam nudes? Ou estava pesquisando sobre o poder das fotos sem roupa para frear a ação dessas pessoas? Fosse qual fosse a intenção, a resposta foi boa. O Google indicou a reportagem “O que é o ‘símbolo dos Illuminati’ na nota de 1 ‘dolar?” – que explica a origem desse grupo misterioso, e sua suposta relação com a pirâmide e o olho desenhados no dinheiro americano.

2. Lamento informar que… 

Se você faz ou fez terapia, já deve ter se perguntado isso. Os psicólogos não admitiriam nem sob tortura, mas é praticamente inevitável que, sob alguma circunstância, eles já tenham considerado um ou mais pacientes idiotas (o terapeuta, afinal, também é gente). Mas a pessoa que digitou isso no Google fez a pergunta errada. Você deve usar a análise para se descobrir e superar as próprias neuras – e não ficar com medo de que o psicólogo, ou qualquer outra pessoa, ache você idiota. O Google recomendou a leitura, pertinente, da matéria Medos: como vencer os seus. É isso aí.

1. O mineiro misterioso

“Indio alquimista minas gerais”. Nessa até eu fiquei curioso. O Google respondeu com uma ótima reportagem da Super sobre alquimia, que explica tudo sobre o tema – mas não tem nenhuma informação sobre o tal milagreiro de MG (o único índio da página é o ilustrador, Índio San). Intrigado, gastei meia hora em buscas a respeito, mas não encontrei nada. Se você tiver informações sobre o alquimista autóctone, entre em contato.  

Bônus: O cavalo branco de Napoleão

“Qual a cor do cavalo branco de Napoleão”. Sim, alguém digitou isso no Google. É um chiste dos mais tradicionais – mas tem fundamento e possui uma resposta surpreendentemente interessante. Sua origem é o quadro Napoleão cruzando os Alpes, pintado por Jacques-Louis David em 1801, que teve nada menos do que cinco versões: em cada uma delas, explica a Super, com o cavalo pintado numa cor diferente

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s