Clique e assine com até 75% de desconto

Saliva paralisa as defesas

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h39 - Publicado em 22 jul 2009, 22h00

A picada do carrapato é uma notória forma de transmissão de parasitas, como os causadores da leishmaniose, uma doença tropical. Pesquisadores da Faculdade de Saúde Pública Harvard, nos Estados Unidos, revelaram que a saliva do inseto pode ser a arma do inimigo. Ela está cheia de substâncias imunodepressoras, que enfraquecem as defesas do corpo humano. Daí o caminho fica livre para o micróbio invasor, que cai na corrente sanguínea,aproveitando o furo da picada. O inseto não tem interesse em ajudar o parasita – as substâncias imuno-depressoras servem para garantir a qualidade do seu alimento. Se as defesas do corpo estivessem alertas, iriam disparar uma série de toxinas no local da picada para barrar os micróbios. E essas toxinas seriam indigestas para o carrapato. A descoberta é importante: em tese, uma vacina contra a saliva do inseto poderia acabar com a festa dos parasitas.

Publicidade