Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

O estômago encolhe quando comemos menos

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 19h06 - Publicado em 18 mar 2011, 22h00

Você já ouviu essa história. Sua amiga vira pra você e diz: “De tanto fazer dieta, meu estômago encolheu”. Seguindo esse raciocínio, uma pessoa em coma, incapaz de se alimentar, veria seu estômago encolher, encolher, até quase desaparecer, certo? A resposta, claro, é um sonoro não. Pergunte às pessoas que foram obrigadas a se submeter a uma cirurgia de redução do estômago: se “encolher” o órgão fosse assim tão fácil, para que tanto trabalho, não é mesmo?

Por se tratar de um órgão muscular, não existe a possibilidade de o estômago mudar de tamanho só com a menor ingestão de alimentos. O contrário é verdade: ele pode até aumentar, quando você exagera na dose. Dimuir, jamais.

Mas quem faz uma dieta radical acaba ficando com a sensação de que “não cabe” mais nada no estômago. Consumir comida em menores quantidades condiciona seu estômago a se “satisfazer” com menos. Por causa disso, o corpo reduz a produção de grelina, um hormônio que é liberado quando o estômago está vazio, estimulando a área do cérebro ligada ao apetite. Menos grelina = menos apetite, o que pode até ser bom para a sua dieta. Mas o seu estômago vai continuar com o mesmo tamanho.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.