Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

O grave risco da vasectomia em causar câncer de próstata

Dois estudos da Escola de Medicina de Harvard concluíram que os homens que se submeteram a vasectomia têm maior probabilidade de desenvolver o câncer da próstata.

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h38 - Publicado em 30 abr 1993, 22h00

Os métodos contraceptivos implicam algum risco e o da vasectomia pode ser muito sério: segundo dois estudos da Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, os homens que se submeteram a essa cirurgia têm maior probabilidade de desenvolverem câncer da próstata do que os que não. Na primeira pesquisa, foram entrevistados médicos. Mesmo levando em conta a dieta e outros fatores externos, os especialistas dizem que os pacientes vasectomizados apresentam chances 66% maiores de câncer na próstata. O segundo estudo focalizou maridos de enfermeiras e acusou o risco 56% maior de vasectomizados ficarem doentes. Em situação crítica estão os homens operados há mais de vinte anos. “Não está provada uma relação de causa e efeito entre a vasectomia e o câncer”, opina Logan Holtgrewe, presidente da Associação de Urologia Americana. “Mas continua valendo a recomendação, para os homens de meia-idade, de exames da próstata anuais, para detectar os problemas com antecedência.”

Publicidade