Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Nave Juno envia primeira foto da órbita de Júpiter

A imagem mostra o Planeta Gigante e suas luas de uma perspectiva inédita. E há mais fotos impressionantes por vir.

Por Ana Carolina Leonardi
Atualizado em 17 Maio 2023, 15h37 - Publicado em 13 jul 2016, 13h30

A nave Juno mal chegou em Júpiter e já está mandado imagens das suas espiadinhas. A sonda viajou por cinco anos até chegar perto do Planeta Gigante no dia 5 de julho, para observar pela primeira vez o que está por trás das grossas camadas de gás que formam a camada externa de Júpiter.

Depois de uma entrada de sucesso na radioativa órbita jupiteriana – que exigiu que Juno desligasse todos os equipamentos e queimasse combustível para perder velocidade – a Nasa reativou as câmeras nesta semana. Agora, a agência anunciou a primeira foto da história tirada do interior da órbita da Júpiter.

LEIANave da Nasa chega a Júpiter – e pode desvendar mistérios cósmicos

A foto traz uma visão inédita do planeta: não é normal vermos Júpiter em “meia lua”. Por conta da distância do planeta do Sol e dos ângulos de visão entre a Terra e Júpiter, só conseguimos observá-lo daqui completamente cheio.

Continua após a publicidade

Já Juno foi se aproximando de Júpiter “de ladinho”. Suas primeiras órbitas vão ser longas e elípticas, passando a 4 milhões de km do gigante. Foi dessa distância que a foto foi tirada, no dia 10 de julho.

A incrível vista da nave mostra alguns detalhes na superfície gasosa do planeta, como as linhas marrom-avermelhadas, conhecidas como cinturões escuros. A famosa tempestade de ciclones que nunca termina, conhecida como a Grande Mancha Vermelha, também aparece na fotografia. A imagem mostra ainda três das quatro luas jupiterianas, descobertas por Galileu: da esquerda para a direita, Io, Europa e Ganymedes.

E há imagens muito mais impressionantes por vir. Em breve, Juno vai estar a 2,7 milhões de km de distância de Júpiter. Mas, em Outubro, chega a hora de investigar o planeta de perto: a nave vai mergulhar até chegar a apenas 4 mil km das nuvens do planeta. Através delas, os sensores da sonda vão espiar para descobrir o que Júpiter esconde debaixo de tanto gás.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.