Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Oráculo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por aquele cara de Delfos
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

Átomo tem sombra?

Ele é pequeno demais para interagir com a luz.

Por Bruno Vaiano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
14 set 2023, 18h21

Não. Nós só somos capazes de ver alguma coisa quando as ondas eletromagnéticas emitidas pelo Sol ou por uma lâmpada batem em um objeto e são refletidas na direção dos nossos olhos. A sombra que se forma atrás do objeto, por sua vez, é uma região em que chegam menos ondas porque a passagem está bloqueada.

Um átomo individual é menor do que o comprimento de onda da luz visível. Por isso, a luz o atravessa sem sofrer qualquer interferência — de modo que ele não faz sombra nem é possível vê-lo.

Em um sentido extremamente amplo da palavra “ver”, porém, a coisa muda de figura. Existe uma técnica chamada ptychografia que permite fotografar átomos individuais disparando um feixe de bilhões de elétrons contra ele.

Continua após a publicidade

Essas partículas subatômicas (ou seja, menores que o átomo em si) interagem com os átomos. E por meio do desvio na trajetória delas, é possível inferir a forma do átomo em si. O computador precisa traduzir a rota dos elétrons em imagens, já que nossos olhos não são capazes de vê-los. Mas essa técnica, em teoria, produz uma sombra, pois sempre haverá uma área atrás dos átomos em que os elétrons não conseguem chegar.

Fonte: textos “On seeing atoms” da Universidade da Dakota do Norte; “See the highest-resolution atomic image ever captured”, da Scientific American.

Pergunta de @jvcalderaro, via Instagram

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.