Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Oráculo

Por aquele cara de Delfos
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

O que é o efeito Fata Morgana?

Esse tipo de ilusão de ótica, que multiplica os navios ou os faz flutuar no ar, arrepiava os cabelos de marujos do passado.

Por Bruno Vaiano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 22 fev 2024, 10h12 - Publicado em 22 fev 2024, 10h11

É um tipo de miragem que acontece normalmente em alto-mar e faz a imagem de um objeto aparecer duplicada ou até triplicada no sentido vertical.

Em português claro: se há um navio no horizonte, o observador terá a impressão de que há cópias do navio, parciais ou completas, empilhadas em cima dele. 

Também acontece das embarcações parecerem flutuar de ponta-cabeça acima do nível do mar, como nas ilustrações abaixo, que datam do século 19: 

Ilustração do século 19 do efeito Fata Morgana, com navios ilustrados flutuando no céu de ponta-cabeça.
(Wikimedia Commons/Domínio Público)

Essa ilusão de óptica, que arrepiava os cabelos de marujos do passado e já foi até assunto do ENEM, só acontece quando há um fenômeno atmosférico chamado inversão térmica – um velho conhecido de quem acompanha a previsão do tempo na TV. 

Normalmente, o ar é mais quente perto da superfície e vai ficando frio com o aumento da altitude. Na inversão, você já pode imaginar, acontece o contrário: uma camada de ar frio fica presa na superfície, com uma camada de ar mais quente em cima. 

Continua após a publicidade

O ar frio é mais denso e tem índice de refração maior (ou seja, ele faz a luz andar mais devagar). O ar quente é menos denso e tem o índice de refração menor (deixa a luz andar mais rápido).

Se a diferença entre as temperaturas é muito brusca, a luz não consegue passar de uma camada para a outra: ela é refletida, como se a fronteira entre as temperaturas fosse um espelho. 

Com isso em mente, imagine que você está na praia e um navio que está se afastando sumiu atrás da linha do horizonte. A embarcação, é claro, continua lá, refletindo luz solar em todas as direções – inclusive para o céu. A dita-cuja só saiu do seu campo de visão por causa da curvatura da Terra.

Se a luz do navio, em seu caminho para o céu, não conseguir fazer a travessia de uma massa de ar para a outra, ela vai acabar refletida de volta para a superfície. E se a reflexão rolar na direção da praia, você continuará vendo o barco, mesmo que ele já esteja atrás do horizonte. 

Continua após a publicidade

Acontece que a imagem, claro, parecerá vinda do céu, e não da água. Daí a ilusão de que o navio flutua (e o nome do efeito: Fada Morgana em italiano, porque parece um passe de mágica).

E não para por aí: se ainda houver um pedacinho do barco acima do horizonte, as duas imagens (a refletida no céu e a que chega diretamente aos seus olhos) se confundem, aumentando a psicodelia e gerando imagens como a que abre o texto.

Também é possível que a luz do navio seja refletida em vários pontos da atmosfera, gerando várias imagens diferentes e entreameadas conforme ilustrado neste gráfico ligeiramente tosco, mas muito útil, disponível na Wikipedia:

Infográfico mostrando raios de luz oriundos de embarcação posicionada abaixo da linha do horizonte se refletindo no céu em direção aos olhos de um observador.
(Brocken Inaglory/Wikimedia Commons)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.