Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Publicidade

Tudo sobre farmacologia

SI_422_aquimicadosono_thumbnail
Saúde

Os perigos dos remédios para dormir

Por Bruno Garattoni e Eduardo Szklarz Atualizado em 18 dez 2020, 10h31 - Publicado em 18 dez 2020, 07h51
Cada vez mais brasileiros estão tomando esses medicamentos. Mas nenhum deles é totalmente seguro e eficaz. Entenda por que a indústria farmacêutica não consegue vencer a guerra contra a insônia – um mal que aflige 70% das pessoas.
Gotículas de lipídios e antibióticos
Ciência

Estoque de lipídios no interior das nossas células é armadilha contra bactérias

Por Carolina Fioratti Atualizado em 23 out 2020, 14h52 - Publicado em 23 out 2020, 14h51
"Guloseimas" atraem micróbios, que então são derrotados por uma rede de proteínas construída para proteger a célula de penetras indesejados. A descoberta pode ajudar com o desenvolvimento de novos antibióticos contra bactérias resistentes.
Ele não sabe. Remédios são apenas moléculas. No post, explicamos como funciona um exemplo clássico: a aspirina.
Depende do remédio, de sua forma farmacêutica – comprimido, cápsula, xarope –, das condições de armazenamento e uma série de outras variáveis.
SI_adocao_animais
Sociedade

Animais de laboratório poderão ser adotados nos EUA

Por Carolina Fioratti Atualizado em 13 fev 2020, 18h56 - Publicado em 13 fev 2020, 18h55
Os bichinhos usados pelo órgão FDA eram sacrificados ao final das pesquisas – mesmo que saudáveis. Agora, terão a chance de ganhar um novo lar.
SI393_depressão
Saúde

Mapeamento do DNA: a nova arma contra a depressão

Por Pamela Carbonari Atualizado em 31 ago 2020, 15h07 - Publicado em 24 ago 2018, 14h02
Testes genéticos que avaliam quais são os melhores (e os piores) remédios para você são a mais nova ferramenta da psiquiatria. E funciona.
56a0fc1e82bee121100b3b6etomei.jpeg
Ciência, Mundo Estranho, Saúde

Quais os efeitos colaterais mais bizarros de remédios no Brasil?

Por Geiza Martins Atualizado em 4 jul 2018, 20h18 - Publicado em 21 jan 2016, 14h43
Depende do que você considera mais bizarro: daltonia temporária ou desenvolvimento de seios em homens, amnésia ou alergia a luz
Publicidade