Clique e assine a partir de 8,90/mês
Publicidade
Alexandre Versignassi Blog do diretor de redação da SUPER e autor do livro "Crash - Uma Breve História da Economia", finalista do Prêmio Jabuti.
O caso do desembargador de Santos é uma alegoria perfeita: na hora de defender seus benefícios, o Judiciário se considera uma casta acima das regras do jogo.
As vacinas poupam 3 milhões de vidas por ano. Agora, se tudo der certo, salvarão mais de 50 milhões de uma vez só.
O ultra-nacionalista Plínio Salgado dizia, em 1937, que campanhas contra o fascismo e pela democracia eram um complô orquestrado pela União Soviética
Mais: veículos de comunicação deixam de usar dados do Ministério da Saúde. Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo, G1 e UOL formam um consórcio para checar por conta própria junto às Secretarias de Saúde dos Estados.
Eis um título que o governo gostaria de ver depois de ter dado "um trato" nos dados da Covid. Saiba melhor o que há por trás do batom e do rímel.
Recuperação da economia americana, ainda em plena pandemia, surpreende o planeta. Entenda porque isso é bom para o Brasil também.
Na palavra "economia", o “eco” vem de oikos, “casa”. O “nomia”, de “regras”, “normas”. E agora as regras da casa devem mudar de forma brutal.
Pelo ponto de vista sociológico, armar a população para “impedir uma ditadura” equivale a defender o estabelecimento de uma.
Boris Johnson deu uma inesperada mostra de lógica na luta contra contra a Covid-19. Já aqui lideramos o ranking mundial de contágios, e Bolsonaro chama para um churrasco.
As grandes navegações foram empreitadas milionárias de um capitalismo nascente – e deram origem ao mercado financeiro como o conhecemos hoje.
Após a Segunda Guerra, os dólares do Plano Marshall fundamentais para curar a Europa. Agora, cada país deve tecer sua própria estratégia de resgate.
Isso só vale para o óleo vendido nos EUA com entrega em maio. O resto segue “normal”
Temos 150 bancos, contra 4,5 mil nos EUA. Quatro deles detêm 70% dos depósitos. E o problema não é só esse.
Diga o que digam os políticos, brecar o coronavírus é uma missão de cada um de nós.
São dois fatores, em conjunto: juro baixo e, mais importante, um cenário de pânico global, com todo mundo fugindo para o dólar e para o ouro.
A Rússia trucou. A Arábia Saudita pediu seis. Mas quem se complica feio mesmo são os EUA.
E não estamos falando exatamente de lavar mais as mãos, mas sobre eliminar reuniões inúteis e bombar a cultura do home office.
De quebra, a pancada cósmica criou os 12 deuses do Olimpo, as 12 tribos de Israel, as 12 Nidanas do budismo e as 12 horas do relógio.
Cada edição mensal da SUPER é algo feita para durar uma vida inteira – e boa parte dessa característica se deve ao trabalho do editor Bruno Garattoni.
Uma nova ciência contra o câncer. E a experiência da minha própria família com ela.
Publicidade